Nova geração da picape Ram 1500 adota auxílio elétrico

 

A divisão Ram da FCA acompanha a Chevrolet Silverado com uma nova geração da picape 1500, seu modelo de menor capacidade de carga entre as grandes — a vendida no Brasil, a 2500, não muda por enquanto. O modelo 2019 passou, como a concorrente, por boa redução de peso (cerca de 100 kg) e melhorou em aerodinâmica.

 

 

O interior abusa de telas: são 12 pol no centro do painel entre funções de áudio, navegação, ar-condicionado e outras. O freio de estacionamento agora é elétrico e há recursos como controlador de distância, assistente de faixa e câmeras de 360 graus. A 1500 oferece seis opções de acabamento, três de cabine e três de comprimento de caçamba. A versão Rebel vem com suspensão elevada e pneus de 33 pol.

Os motores a gasolina Pentastar V6 de 3,6 litros (305 cv e 37,2 m.kgf) e Hemi V8 de 5,7 litros (395 cv e 56,7 m.kgf) foram integrados a um sistema híbrido leve de 48 volts. Um motor elétrico auxilia essas unidades com mais 12,4 m.kgf (V6) ou 18 m.kgf (V8), o que favorece tanto o desempenho quanto a economia. Novidades ao V6 turbodiesel devem ser anunciadas adiante. A caixa automática tem oito marchas e a capacidade de reboque cresceu para 5,8 toneladas.

Embora a FCA tenha mostrado a Ram 1500 anterior no Salão de São Paulo de 2016 com vistas à importação para o Brasil, sua chegada aqui ainda não foi definida. Um dos obstáculos é que sua capacidade de carga não atende ao requisito da legislação local (1.000 kg) para uso de diesel.

 

Texto da equipe – Fotos: divulgação