Nissan Skyline avança em condução semiautônoma

 

A Nissan apresenta no Japão o Skyline com sistema inédito de assistência ao motorista, que permite condução semiautônoma em via expressa sem as mãos em uma única faixa de rodagem. A evolução do sistema Propilot prevê a subida e a descida de rampas de acesso na condução em via expressa. O motorista deve programar o destino no sistema de navegação. O sistema então assistirá o motorista, ao conduzir em uma via expressa de várias pistas, até chegar à saída da via expressa, ajudando a ultrapassar, desviar e sair da faixa de rodagem.

 

 

O novo Propilot dispensa as mãos no volante enquanto o veículo for mantido na mesma faixa de rodagem. Quando o veículo se aproxima de uma bifurcação, ou quando for possível ultrapassar um veículo mais lento, o sistema avalia o tempo necessário para desviar ou ultrapassar. O motorista então recebe orientação visual e sonora, sendo alertado a colocar as mãos na direção e confirmar o início das operações por um botão. O veículo utiliza uma série de câmeras, radares, sonares, GPS e dados de mapas 3D de alta definição, para fornecer informações em tempo real em 360º do entorno e da localização precisa do veículo na pista. O monitoramento na cabine confirma continuamente se o motorista está atento à pista.

 

O Skyline de hoje não tem relação com a história dos cupês esportivos GT-R. Trata-se de um confortável sedã de 4,79 metros de comprimento e tração traseira ou integral, que oferece desde um motor turbo de 2,0 litros e 211 cv (de origem Mercedes-Benz) até um V6 biturbo de 3,0 litros e 400 cv.

 

Texto da equipe – Fotos: divulgação