Argentina, Nissan Frontier evolui e ganha versões

 

A Nissan apresenta a Frontier 2019 fabricada na Argentina, que substitui no Brasil o modelo importado do México desde o ano passado. A picape produzida em Córdoba será lançada no Salão de São Paulo (de 8 a 18/11) e começa a ser vendida ainda na primeira quinzena de novembro. Entre as novidades estão mais versões, duas opções de potência e novos  equipamentos.

 

 

Agora são cinco versões: S 4×4, Attack 4×2 e 4×4, XE 4×4 e LE 4×4. A Attack, oferecida duas vezes antes (2006 e 2012), retorna à linha com visual fora de estrada: adesivos laterais e no capô, estribos, barra tubular (“santantônio”) e rack de teto na cor preta, pneus todo-terreno e rodas escurecidas. O motor turbodiesel de 2,3 litros oferece potência de 160 cv e torque de 41 m.kgf para S 4×4 e Attack 4×2, enquanto as restantes dispõem de 190 cv e 45,9 m.kgf por usarem dois turbos (a mexicana vinha sempre com 190 cv). A transmissão manual de seis marchas é exclusiva para a versão S 4×4; as demais usam a automática de sete marchas com modo sequencial.

 

 

Itens inéditos na Frontier incluem câmeras ao redor que compõem uma visão de 360 graus, detector de objetos em movimento (alerta o motorista por aviso sonoro quando, ao manobrar de ré, algum pedestre, carro, poste, animal ou objeto está perto do carro), teto solar, central de áudio com tela de oito polegadas compatível com Android Auto e Car Play, sistema Isofix para cadeira infantil e bolsas infláveis laterais dianteiras e de cortina. Inédita no segmento, a navegação “porta a porta” permite colocar o destino no aplicativo Door-To-Door Navigation, disponível sem custos na Play Store e no Itunes, para ajudar na localização da picape em um estacionamento e transferir o trajeto à central do painel.

 

 

Também há novidades no interior e na parte dinâmica. A Nissan retrabalhou o conforto dos bancos, a parte acústica (com isolamento de ruídos pelo para-brisa, entre outras medidas) e a direção, que estaria mais precisa. No banco traseiro, o ângulo do encosto está maior, a almofada do assento cresceu 13 cm no comprimento para aumentar o contato das pernas e foi adotado cinto de três pontos para todos. A suspensão traseira foi revista para adoção das novas rodas de 18 pol da versão LE, duas a mais que antes. Permanecem recursos como controles de tração e estabilidade, assistência de frenagem de emergência e controle automático de descida.

A Nissan ainda não divulgou os preços da linha Frontier 2019.

 

Texto da equipe – Fotos: divulgação