Mercedes renova GLC e GLC Coupé e lança versão diesel

 

A Mercedes-Benz traz ao Brasil o utilitário esporte GLC revisto, lançado em fevereiro na Europa. Além da renovação visual (grade, capô, faróis, lanternas traseiras e para-choques), o SUV recebe motor turbodiesel de 2,0 litros, 194 cv e torque de 40,8 m.kgf, com transmissão automática de nove marchas e tração integral. De acordo com a fábrica, o GLC 220 D acelera de 0 a 100 km/h em 7,9 segundos e alcança máxima de 215 km/h. O modelo 2019 oferecia apenas motor turbo a gasolina de 211 cv, além das versões de alto desempenho AMG 43 e AMG 63.

 

 

 

Outras novidades são a central de áudio MBUX, acionada com comandos de voz e dotada de inteligência artificial, que usa tela de 10,2 polegadas; painel com quadro de instrumentos configurável com tela de 12,3 pol; assistente de faixa, frenagem autônoma de emergência e sensores de veículos em ponto cego. A versão superior Enduro traz ainda controlador da distância à frente, assistente de estacionamento, câmeras de 360 graus ao redor, carregador de celular por indução e sistema de áudio Burmester com 13 alto-falantes e potência de 590 watts.

 

 

O GLC 300 Coupé (acima), que tem perfil mais esportivo, usa motor turbo a gasolina de 2,0 litros, 258 cv e 37,7 m.kgf. O SUV é capaz de 0-100 em 6,3 s e máxima de 240 km/h, também com a caixa de nove marchas, e substitui a versão 250 com motor de 211 cv. Os novos preços serão divulgados nesta quarta (23). A Mercedes anuncia para dezembro a nova geração do GLE, de maior porte, enquanto o inédito GLB chega ao Brasil em meados de 2020. O próximo GLA, ainda a ser lançado na Europa, estreia no segundo semestre do próximo ano e, no fim desse período, vem o maior da linha, o GLS.

Texto da equipe – Fotos: divulgação