Mercedes GLE Coupe vem todo novo e com até 435 cv

 

A segunda geração do Mercedes-Benz GLE Coupe chega tão parecida à anterior que muitos pensarão ser apenas uma reestilização (saiba a diferença), mas o desenho é mesmo novo por inteiro. O concorrente direto do BMW X6 mantém o perfil de hatchback, que para a fábrica lembra um cupê e representa sua maior diferença para o GLE normal, remodelado há um ano. O SUV ficou 4 cm mais longo e ganhou 2 cm entre eixos, o que aumentou o espaço interno, segundo a Mercedes. O porta-malas leva 655 litros. O painel usa duas telas de 12,3 pol, uma para os instrumentos e outra na central de áudio.

 

 

 

A linha de motores abrange um turbodiesel de seis cilindros em duas opções (272 cv e torque de 61,2 m.kgf ou 330 cv e 71,4 m.kgf) e o AMG GLE 53 Coupe, com um seis-cilindros turbo a gasolina de 3,0 litros, 435 cv e 53,1 m.kgf, associado a motor elétrico de 21 cv e 25,5 m.kgf. Todos usam caixa automática de nove marchas e tração integral. A suspensão pode vir com molas a ar e controle eletrônico da inclinação em curvas.

 

Mercedes-AMG GLE 53 Coupe

Texto da equipe – Fotos: divulgação