Mercedes C63 AMG ganha potência em Edition 507

 

O Mercedes-Benz C63 AMG fica ainda mais “bravo” na nova série limitada Edition 507, número que indica a potência do revitalizado motor V8 de 6,2 litros (6,3 para a Mercedes, embora sejam apenas 6.208 cm³). São 50 cv a mais que na versão básica do C63, embora tenha havido mais tarde a opção de 487 cv com o pacote AMG Performance. O aumento foi obtido pelo emprego de técnicas usadas no supercarro SLS AMG, como pistões e bielas forjados e virabrequim mais leve.

 

 

Com torque elevado de 61,2 para 62,2 m.kgf, o C63 Edition 507 acelera de 0 a 100 km/h em 4,2 segundos, nas opções sedã e cupê, e 4,3 s no caso da perua Estate, o que significa menos 0,2 s que no C63 básico e menos 0,1 s que na versão AMG Performance. Como a nova edição traz o pacote AMG Driver’s, sua velocidade máxima está limitada a 280 km/h (em vez dos habituais 250) e o comprador ganha acesso a uma sessão de direção esportiva na AMG Driving Academy. Foi mantido o câmbio automático de sete marchas com tração traseira.

Por fora, a série 507 traz o mesmo capô do C63 AMG Black Series (que ainda tem 10 cv a mais), defletor traseiro (exceto na perua) e rodas exclusivas de 19 pol com pneus 235/35 à frente e 255/30 na traseira. Dentro das dianteiras veem-se os grandes freios a disco de compósito, de série na edição, que são mais leves e resistentes à perda de eficiência por superaquecimento. O interior traz três opções de revestimento e há opcionais como suspensão ainda mais esportiva, apliques internos de fibra de carbono, soleiras com iluminação por leds e diferencial autobloqueante. Se desejar, o cliente pode retirar o exclusivo C63 no AMG Customer Center em Affalterbach, Alemanha.

 

Texto: Fabrício Samahá – Fotos: divulgação