McLaren lança no Brasil os conversíveis 600 LT e 720 S

 

A McLaren traz ao Brasil dois modelos Spider, ou seja, conversíveis: o 600 LT Spider (acima) e o 720 S Spider, apresentados à imprensa hoje (27) em São Paulo, SP. O 600 LT ou Longtail — referência à traseira alongada — tem motor V8 biturbo central-traseiro de 3,8 litros com potência de 600 cv e torque de 63,4 m.kgf, o que permite acelerar de 0 a 100 km/h em 2,9 segundos e alcançar velocidade máxima de 324 km/h. O monocoque de fibra de carbono com carroceria de alumínio dispensou reforços estruturais em relação ao cupê, o que manteve o peso em 1.297 kg a seco, apenas 50 kg acima do modelo fechado. O preço sugerido começa em R$ 3,45 milhões, variando conforme as opções.

 

 

 

No 720 S Spider (acima) o motor de mesma configuração, mas com 4,0 litros, produz 720 cv e torque de 78,5 m.kgf, o que o leva a 341 km/h. Ele também acelera de 0 a 100 km/h em 2,9 segundos, o mesmo tempo do cupê. Como no 600 LT, a transmissão é automatizada de dupla embreagem e sete marchas. Ele vem ainda com amortecedores com ajuste magneto-reológico, freios de carbono-cerâmica e quadro de instrumentos com tela digital e configurável. Com peso de 1.332 kg, é o carro mais leve da categoria, segundo o fabricante. O teto de fibra de carbono com acionamento elétrico abre ou fecha em 11 segundos, o que pode ser feito rodando a até 50 km/h. Há opção de teto rígido retrátil com painel de vidro eletrocrômico, que alterna entre claro e escuro rapidamente. O preço parte de R$ 3,85 milhões.

 

600 LT Spider

 

720 S Spider

Texto da equipe – Fotos: divulgação