Latin NCap testa segurança de Cruze, Hilux e Frontier

 

O Latin NCap divulga novos resultados de testes de colisão. O órgão independente testou dessa vez o Chevrolet Cruze, a Nissan Frontier e a dupla Toyota Hilux/SW4, sendo que apenas a Frontier ainda não tinha sido avaliada. Os outros passaram por novo teste para se validar ao mais recente e rigoroso protocolo.

 

 

O Cruze, produzido na Argentina, alcançou cinco estrelas para proteção de ocupantes adultos (30,23 pontos em 34 possíveis) e quatro na proteção de crianças (39,83 pontos em máximo de 49). No teste de 2018 ele alcançou quatro estrelas em ambas as análises. O impacto lateral de poste não foi realizado na época porque o modelo não tinha bolsas de cortina de série, sendo esse teste necessário para obter cinco estrelas em ocupantes adultos. Desde 21 de maio todos os Cruzes são produzidos com bolsas de cortina (o ESC também é padrão). Ele não conseguiu cinco estrelas para crianças porque a sinalização das ancoragens Isofix não atende aos requisitos do Latin NCap; também deve ser melhorada a proteção ao dummy de três anos no impacto frontal.

 

 

A Hilux com cabine dupla (acima) e o SW4, fabricados na Argentina e na Tailândia, renovaram as cinco estrelas para proteção de ocupantes adultos (31,63 pontos em 34 possíveis) e crianças (44,25 pontos em 49 possíveis). Os modelos produzidos desde 1º. de julho têm controle eletrônico de estabilidade (ESC) e sete bolsas infláveis (três frontais, duas laterais e duas de cortina) como itens de série em todas as versões.

 

 

A Frontier de cabine dupla (acima), conhecida como NP300 Navara no Chile, produzida na Argentina e no México, alcançou quatro estrelas para adultos (28,47 pontos em 34 possíveis) e crianças (36,42 pontos em máximo de 49), com bolsas infláveis frontais e ESC. De acordo com o Latin NCap, “a estrutura foi classificada até o limite como instável; no entanto, notou-se que ela tem uma boa projeção e desenvolvimento por trás e poderia ser melhorada. A falta de proteção lateral para a cabeça como padrão limitou o veículo no impacto lateral de poste. A proteção oferecida ao dummy [boneco de teste] de três anos, bem como a falta de desconexão do airbag do passageiro, limitaram a pontuação”.

Confira os vídeos dos testes de colisão e do controle de estabilidade.

 

 

Cruze

 

Hilux

 

Frontier

Texto da equipe – Fotos: divulgação