Latin NCap: Ford Ka melhora para três estrelas

 

O Ford Ka foi testado novamente pelo instituto Latin NCap, depois das alterações estruturais da linha 2019, e conseguiu melhorar sua nota nos testes de colisão: três estrelas em proteção do ocupante adulto (22,83 pontos em 34 possíveis) e quatro estrelas para ocupante infantil (35,41 pontos em um máximo de 49), contra zero estrela para adulto do teste de 2017.

O Ka produzido desde 12 de junho de 2018 (a partir do número de chassi 9B9BFZH55U7K8206502) recebeu reforços estruturais na coluna central e elementos de absorção de energia nas portas. O modelo da Ford agora recebeu 11,54 pontos no impacto frontal e 10,80 pontos no lateral, sendo o máximo de 16 pontos para cada teste. A versão testada tinha apenas bolsas infláveis frontais e fixação Isofix para cadeira infantil, pois a regra do órgão é avaliar a opção mais simples de cada modelo.

 

 

De acordo com o Latin NCap, “a cabeça do motorista apresentou proteção adequada, pois atingiu o airbag completamente. A proteção da cabeça do passageiro foi boa. O pescoço do motorista e do passageiro exibiu boa proteção. A proteção do tórax do motorista foi adequada, oferecendo os sistemas de retenção boa proteção ao tórax do acompanhante. Apenas o cinto do motorista está equipado com pretensores. Os joelhos do motorista e do passageiro ganharam proteção marginal porque foram observadas estruturas perigosas na área do painel contra as quais poderiam ter impactado. As tíbias do motorista apresentaram boa proteção, enquanto as do passageiro, adequada para boa. A proteção dos pés do motorista é adequada. A área dos pés foi considerada instável, e a estrutura do habitáculo, estável”.

 

 

A respeito do teste de impacto lateral, o Ka registrou “boa proteção para a cabeça e o abdome, proteção adequada para a pélvis e fraca para o tórax. A porta traseira se abriu no impacto lateral. O veículo não está equipado com controle de estabilidade. O impacto lateral de poste não foi realizado, o veículo não conta com airbags de proteção lateral de cabeça padrão”. A nota não foi melhor, segundo o órgão independente, pela “fraca proteção no peito dos ocupantes adultos no impacto lateral”. O Ka ainda oferece cinto pélvico (dois pontos) no banco traseiro central em algumas versões.

O Lati NCap testou também o Hyundai Accent sem bolsas infláveis, como vendido em alguns mercados latino-americanos, que obteve zero estrela em adultos e uma estrela para criança. O impacto lateral não foi realizado.

A seguir, o vídeo dos testes do Ka.

 

Texto da equipe – Fotos e vídeo: divulgação