Lamborghini Urus: super-SUV chega ousado com 650 cv

 

A Lamborghini revela o Urus, segundo utilitário de sua história (tratores à parte, claro) depois do LM002 dos anos 80. Posicionado como um dos SUVs mais velozes e esportivos do mundo, ele tem metas ambiciosas de dobrar a produção anual de carros da empresa. Seu desenho impressiona pelas formas angulosas, o perfil esportivo da traseira e a robustez transmitida pelos recortes das caixas de rodas. Segundo a marca, o LM002 e o Countach inspiraram seu estilo.

 

 

O interior não é menos ousado, com inspiração aeronáutica nos comandos do console central e telas para os instrumentos e o sistema de áudio/navegação. A opção de topo para áudio é Bang & Olufsen com 1.700 watts. O porta-malas leva 616 litros. Com plataforma compartilhada com o novo Porsche Cayenne, o Urus pesa quase 2.200 kg e mede 5,11 metros de comprimento, 2,02 m de largura, 1,64 m de altura e 3 m entre eixos.

 

 

O motor V8 biturbo de 4,0 litros produz potência de 650 cv e torque de 86,7 m.kgf, suficientes para 0-100 km/h em 3,6 segundos, 0-200 em 12,8 s e máxima de 305 km/h. Por enquanto será o único disponível, mas uma versão híbrida com recarga externa (plug-in) está a caminho para ajudar na redução de emissões médias de CO2 da marca.  A caixa automática tem oito marchas e a tração opera todo o tempo nas quatro rodas, com repartição básica de 40% à frente e 60% à traseira, variável até 70/30 ou 13/87, na ordem.

O seletor de modos de condução adapta o carro a seis padrões: Strada, Sport, Corsa (corrida), Neve, Terra e Sabbia (areia), além do modo Ego (configurável). Os três primeiros trabalham com menor altura de rodagem que os três seguintes. Como no Aventador S as rodas traseiras também esterçam, o que contribui para a estabilidade ou para o diâmetro de giro, conforme a velocidade. O Urus tem preço a partir de US$ 200 mil nos Estados Unidos e 171,4 mil Euros na Europa.

 

 

Texto da equipe – Fotos e vídeo: divulgação