Hyundai mostra o Kona, rival para HR-V e Renegade

 

A Hyundai revela seu concorrente para Honda HR-V, Jeep Renegade e Nissan Juke entre os SUVs compactos: o Kona, projeto paralelo ao Kia Stonic, que chega ao mercado europeu no fim do ano e será vendido também nos EUA. O carro tem linhas originais na frente, que de certo modo lembra as de Fiat Toro, Jeep Cherokee e recentes Citroëns no arranjo de faróis, enquanto o interior (mostrado em foto que vazou; a fábrica ainda não o revela) é mais convencional.

O Kona mede 4,16 m de comprimento e 2,60 m de entre-eixos. De olho nos conectados, a Hyundai aplicou-lhe tela de até 8 pol no painel, compatibilidade com Android Auto e Apple Car Play, roteamento de internet e carregador de celular sem fio. Há ainda projeção de informações próximo ao para-brisa, monitor frontal com frenagem automática, assistente de faróis e alerta para veículo em tráfego cruzado atrás.

 

 

Disponível com tração dianteira ou integral, o Kona será vendido com motores de 2,0 litros (150 cv e 18,2 m.kgf) e caixa automática de seis marchas, turbo de 1,0 litro e três cilindros (120 cv e 17,5 m.kgf) com caixa manual e turbo de 1,6 litro (177 cv e 27 m.kgf) com caixa de dupla embreagem e sete marchas, além de um 1,6 turbodiesel na Europa. A edição especial Iron Man, alusiva ao super-herói, vem com rodas de 19 pol, pneus de uso misto e para-lamas com molduras largas.

Em Portugal, onde cona (com “c”) é gíria para o genital feminino, será usado o nome Kauai, que como o original se refere a uma ilha do Havaí. O Kona, portanto, será mais um carro a ter de mudar de denominação em certos mercados.

 

Texto da equipe – Fotos: divulgação