Human Horizons HiPhi 1: elétrico, autônomo e ousado

 

O nome é diferente; o desenho, ousado; e o padrão de abertura das portas, insólito. O Human Horizons HiPhi 1 é um SUV elétrico chinês, o primeiro modelo da startup Human Horizons, que tem Mark Stanton (ex-executivo da Jaguar Land Rover) como chefe de Engenharia. O lançamento está previsto para 2021.

 

 

 

Apenas as portas dianteiras do HiPhi 1 são convencionais. As traseiras abrem-se para trás, o conhecido tipo “suicida”, e nenhuma tem moldura nas janelas. A parte inusitada é que as seções do teto acima dos bancos traseiros levantam-se como “asas de gaivota”, dando grande facilidade de acesso a esses passageiros — cabe questionar se isso faz diferença em um carro de teto alto. Para as abrir, não se usam maçanetas: basta o reconhecimento facial ou de um celular previamente autorizado. As “asas” não se erguem se estiver chovendo ou houver algum obstáculo acima delas.

 

 

No interior, a Human Horizons aplicou seis bancos individuais e um painel futurista com ampla tela diante do passageiro. Com nada menos que 5,20 metros de comprimento, o SUV usa aço e alumínio na estrutura, oferece condução autônoma em nível 3 (o motorista não precisa ver a estrada, bastando manter-se disponível para emergências) e logo depois alcançará o nível 4 (não se precisa manter atenção), segundo o fabricante. A versão básica tem um motor elétrico Bosch de 270 cv e tração traseira. Com outro motor igual no eixo dianteiro, a segunda opção obtém 540 cv com tração integral e acelera de 0 a 100 km/h em 3,9 segundos. A autonomia média é de 645 km pelo padrão NDEC.

Texto da equipe – Fotos: divulgação