Global NCap testa Etios, Sandero e outros na África

O Global NCap, órgão internacional que tem braços em algumas regiões do globo (como o Latin NCap na América Latina), testou a segurança em colisões dos cinco carros mais vendidos na África do Sul em 2016 e chegou a resultados bem variados. Chery QQ3 (o QQ de geração anterior que era vendido aqui), a minivan Datsun Go+, Renault Sandero, Toyota Etios (ambos praticamente iguais aos brasileiros) e Volkswagen Polo Vivo (o Polo que tivemos aqui até 2014), somados, responderam por 65% das vendas de carros novos no país no ano passado. Confira as conclusões, a partir do melhor resultado.

 

 

Toyota Etios: quatro estrelas na proteção de adulto e três para criança. Com duas bolsas infláveis, mostrou estrutura estável no teste frontal a 64 km/h. Trazia fixações Isofix para cadeiras infantis e cinto de três pontos para todos os ocupantes, assim como o Sandero.

• Renault Sandero: três estrelas para adulto e quatro para criança. Os itens de proteção são equivalentes aos do Etios e também teve estrutura estável.

 

• VW Polo Vivo: três estrelas tanto para adulto quanto para criança. Não tinha Isofix nem pretensionadores de cintos.

• Datsun Go+: com bolsa inflável apenas para o motorista (à direita no caso sul-africano), só obteve uma estrela para adulto e duas para criança. O boneco de teste (dummy) sofreu forte impacto no volante e a estrutura não mostrou estabilidade.

 

• Chery QQ3: zero estrela para o pequeno chinês sem bolsas infláveis. Com estrutura instável, facilmente perceptível na foto e nos vídeos, resultou em danos graves à cabeça e ao peito do boneco.

 

Etios

 

Sandero

 

Polo Vivo

 

Datsun Go+

 

Chery QQ3

Texto da equipe – Fotos e vídeos: divulgação