Ford Ranger perde XL, motor flexível e cabine simples

A Ford Ranger deixa de oferecer no Brasil as versões flexíveis em combustível, cujo motor de 2,5 litros e 173 cv (com álcool) também não está mais disponível no Fusion. O acabamento mais simples XL (acima), relançado na linha 2019 e único que podia vir com cabine simples, é outra opção que sai do catálogo. A marca concentrará esforços nos motores turbodiesel de 2,2 litros (160 cv) e 3,2 litros (200 cv) e na cabine dupla.

 

 

A medida pode ser definitiva ou apenas um passo temporário até o lançamento da Ranger 2020, que receberá alterações visuais na frente como as adotadas no exterior no ano passado. Por enquanto, a linha da picape fica com as seguintes versões e preços:

• Ranger XLS 2,2 automática – R$ 128.250
• Ranger XLS 2,2 4×4 manual – R$ 147.520
• Ranger XLS 2,2 4×4 aut. – R$ 154.610
• Ranger XLT 3,2 4×4 aut. – R$ 176.420
• Ranger Limited 3,2 4×4 aut. – R$ 189 mil

 

Nova Ranger no exterior

Texto da equipe – Fotos: divulgação