Ford Puma: SUV vem híbrido e cheio de assistências

 

A Ford apresenta na Europa o Puma, SUV compacto que vem se posicionar como opção mais esportiva ao Ecosport — não está prevista substituição, ao menos por ora. Seu desenho lembra um Fiesta mais alto e robusto, com bom trabalho de realçar os para-lamas e dar a sensação de capô longo e para-brisa inclinado. O nome é o mesmo do pequeno cupê derivado do Fiesta, feito entre 1997 e 2002.

 

 

O interior remete ao de outros Ford recentes, mas tem uma tela configurável de 12,3 pol como quadro de instrumentos. Outros recursos são sistema de áudio B&O, massagem nos encostos, teto solar panorâmico, tampa traseira com acionamento elétrico e um grande compartimento sob o assoalho do porta-malas, que tem capacidade de 456 litros. Não poderiam faltar assistências de faixa e estacionamento, controlador de distância à frente, frenagem autônoma e leitor de placas da via. Uma menos comum é o auxílio à direção para se desviar de um objeto ou veículo detectado pela câmera.

 

 

O Puma nasce apenas com versões híbridas, que somam um pequeno motor elétrico ao conhecido turbo a gasolina de 1,0 litro e três cilindros para obter 125 ou 155 cv. O objetivo é aproveitar a energia de frenagens, captada em regeneração, para fornecer até 5 m.kgf de torque, não sendo possível rodar em modo elétrico. Versões a diesel e com transmissão de dupla embreagem serão adicionadas mais tarde. O SUV será fabricado em Craiova, na Romênia.

 

Texto da equipe – Fotos: divulgação