Ford Explorer tem nova geração; híbrido e ST vêm depois

 

A Ford apresenta nos Estados Unidos o Explorer 2020, uma de suas atrações para o Salão de Detroit, na próxima semana. O utilitário esporte foi todo reprojetado, incluindo a nova plataforma de tração traseira ou integral. Se o estilo não causa surpresas, o interior traz novidades como central de áudio com tela vertical de 10,1 pol e quadro de instrumentos com tela de 12,3 pol. Há ainda roteamento de internet 4G LTE, rebatimento elétrico da terceira fila de bancos, teto solar duplo e variadas assistências. A de estacionamento dispensa que o motorista acione os pedais ou a transmissão.

 

 

As opções de motores são 2,3-litros turbo, com 304 cv e torque de 42,8 m.kgf, e V6 turbo de 3,0 litros com 370 cv e 52,4 m.kgf. Um híbrido com V6 também está previsto, assim como a versão de alto desempenho ST, que pode chegar à faixa de 400 cv. Cerca de 50 kg mais leve que o anterior, o Explorer usa caixa automática de 10 marchas e seletor de terrenos com sete programas. Das seis fases da história do SUV desde seu lançamento, em 1990, as três primeiras foram vendidas pela Ford no Brasil (veja foto).

 

Texto da equipe – Fotos: divulgação