Ford comemora 100 anos de produção de picapes

Modelo TT (1917)

 

Há exatos 100 anos, em 27 de julho de 1917, a Ford produzia sua primeira picape e dava início a uma história de sucesso. Os modelos da Série F são os utilitários mais vendidos nos Estados Unidos há 40 anos consecutivos (período em que superaram 26 milhões de unidades) e lideram o mercado como um todo há 35 anos. No Canadá foram 51 anos na liderança entre picapes e são sete como líder do mercado, carros incluídos.

 

 

A picape Modelo TT de 1917 foi derivada de um dos carros mais populares do mundo, o Modelo T. Usava sua cabine e o motor de 2,9 litros e 20 cv, mas com chassi próprio e mais reforçado para transportar uma tonelada. Depois de 1,3 milhão de unidades, dava lugar em 1928 ao Modelo AA para 1,5 tonelada. Seguiram-se as picapes BB (1933) e Modelo 50 (1935), esta com motor V8 Flathead, de cabeçote plano.

 

Interrompida pelo esforço de guerra em 1942 depois de 4 milhões de picapes, a produção retornava em 1947. No ano seguinte aparecia a Série F, com versões variadas em capacidade de carga da picape F-1 ao caminhão F-8 e motor V8 de 100 cv. O padrão de designação em uso até hoje começava em 1953 com a F-100, a F-250 e a F-350, em ordem crescente de capacidade. Nesse período a Ford aplicou comodidades como aquecedor, rádio e transmissão automática.

 

A geração de 1957 ficava mais larga e baixa, a de 1961 trouxe suspensão dianteira independente e a de 1967 ganhava direção assistida. O maior motor era um V8 de 6,4 litros, mas um de 7,5 litros viria em 1973. A F-100 dava lugar à F-150 em 1975. Então vieram confortos como ar-condicionado e bancos de couro. Essas gerações, assim como a de 1987, chegaram ao Brasil com os nomes F-100 e F-1000.

 

A F-150 Lightning de 1993 trazia alto desempenho com motor V8 de 5,8 litros e 240 cv. Em 1998 a linha Super Duty, destinada a serviços pesados, diferenciava-se em desenho da F-150. Esta chegava a 360 cv na Lightning. Hoje a Série F oferece opções variadas, de utilitários de trabalho a versões luxuosas e à fora de estrada F-150 Raptor com 450 cv e caixa automática de 10 marchas.