Fiat Punto sai de linha na Itália depois de 25 anos

 

O Fiat Punto sai de produção na Itália, nada menos que 13 anos após o lançamento da atual geração (como Grande Punto) e depois de ter deixado o mercado brasileiro, onde deu lugar ao Argo no ano passado. Somado esse período ao das duas gerações anteriores, são 25 anos de presença no mercado europeu.

 

 

Ele não terá sucessor direto por lá: seu espaço na fábrica de Melfi será ocupado por um novo utilitário esporte da Maserati. Sergio Marchionne, o ex-chefão da FCA (falecido em 25 de julho), havia considerado que projetar outro hatch de seu segmento não seria bom investimento para o grupo.

 

 

O Punto surgiu em 1993 (acima) como sucessor do Uno na Europa e mudou de geração em 1999. Desde o começo, as lanternas traseiras nas colunas são sua característica de estilo. O Grande Punto de 2005 foi renomeado Punto Evo em 2009 e voltou a ser apenas Punto em 2012. Meses atrás, ele teve a infelicidade de ser o primeiro carro a receber zero estrela no teste de colisão do Euro NCap, prova da defasagem do projeto.

No Brasil o Punto foi fabricado de 2007 a 2017 na terceira geração, que usava plataforma e alguns motores diferentes do modelo italiano. Ao menos por enquanto, o modelo permanece na linha Fiat para a Índia, que inclui as versões Evo, Urban Cross, Avventura e Abarth (abaixo).

 

Texto da equipe – Fotos: divulgação