F8 Tributo: novo Ferrari de 720 cv é 488 GTB revisto

 

O nome é outro, mas o carro é apenas uma evolução do anterior. Quatro anos depois do lançamento, o Ferrari 488 GTB dá lugar ao F8 Tributo, que estreia no Salão de Genebra. Apesar do desenho mais ousado na frente e na traseira, as formas da seção central da carroceria revelam o aproveitamento da estrutura original. Atrás, as lanternas passam de duas para quatro e a cobertura transparente do motor ganha saídas de ar.

 

 

Foi mantido também o motor V8 biturbo de 3,9 litros. No F8 ele produz potência de 720 cv e torque de 78,5 m.kgf, mesmos valores do 488 Pista e superiores aos do GTB em 50 cv e 1 m.kgf. Como pesa 50 kg a mais que o Pista (alcança 1.330 kg a seco), o Tributo acelera um pouco menos: de 0 a 100 km/h em 2,9 segundos e de 0 a 200 em 7,8 s (ante 2,85 e 7,6 s). A máxima é a mesma nos dois carros: 340 km/h. Comparado ao 488 GTB, o novo carro é 40 kg mais leve. Outras evoluções sobre o 488 estão na aerodinâmica (Cx 10% menor e sustentação negativa 15% maior), no controle de derrapagem e no interior redesenhado.

Mais novidades do Salão de Genebra 2019

 

Texto da equipe – Fotos: divulgação