Edição comemora 50 anos do XJ, sedã de topo da Jaguar

 

O Jaguar XJ, modelo de topo entre os sedãs da marca inglesa, comemora 50 anos com a edição especial XJ50. A série vem com para-choques da versão Autobiography, novas rodas de 20 polegadas, grade dianteira preta e emblema exclusivo para as saídas de ar laterais e traseiras. No interior, os bancos usam costura em forma de diamantes e há um logotipo XJ50 no apoio de braço central, além de emblema iluminado nas soleiras. O XJ50 pode ter motor a gasolina de 3,0 litros e 340 cv ou turbodiesel de 300 cv.

 

 

O XJ começou sua história em 1968 com o Série 1. Quatro anos depois, tornou-se o único carro de quatro portas de 12 cilindros produzido em massa e, com velocidade máxima de 225 km/h, foi o mais rápido modelo de quatro lugares do seu tempo. O Série 2 foi o primeiro XJ com modelo cupê, em 1975, e o XJ40 (1986) trouxe suspensão autonivelante. A carroceria de alumínio ajudou a reduzir o peso do XJ em 40% desde 2003.

 

 

Texto da equipe – Fotos: divulgação