Bertone vai à falência; veja galeria de grandes desenhos

Citroën XM, 1989
Nuccio Bertone e o Citroën XM

 

A empresa italiana Bertone declara sua falência, depois de fracassadas tentativas de encontrar um comprador ou saldar as dívidas que acumulam, segundo o site Wards Auto, 31 milhões de Euros (cerca de R$ 93 milhões). Fundada em Turim, Itália, em 1912 por Giovanni Bertone, a empresa notabilizou-se tanto pelo desenho de carrocerias quanto por sua construção, atividade que manteve até tempos recentes, construindo versões especiais em pequena escala para grandes fabricantes. A Bertone entrou em crise em 2007 (10 anos após a morte de Nuccio, filho de Giovanni), tendo vendido sua fábrica de Grugliasco para a Fiat em 2009 e alguns de seus carros-conceito históricos em 2011.

Entre as criações da Bertone estiveram os conceitos Alfa Romeo BAT-5, BAT-7 e BAT-9 (entre 1953 e 1955), Alfa Romeo Canguro (1964), Lamborghini Marzal (1967), Alfa Romeo Carabo (1968), Lancia Stratos Zero (1970), Alfa Romeo Navajo (1976), Nivola (1990), Blitz (1992), BMW Pickster (1998), Slim (2000), Birusa (2003), Villa (2005), Suagna (2006), Mantide (2009) e Nuccio (2012).

 

 

Entre os modelos de produção podem-se destacar Alfa Romeo Giulietta Sprint (1954), NSU Sport Prinz (1959), Gordon-Keeble (1960), Alfa Romeo Giulia Sprint e GTA (1962), BMW 3200 CS (1962), Iso Rivolta (1962), Fiat 850 Spider (1965), Iso Grifo (1965), Alfa Romeo Montreal (1967), Lamborghini Miura (1967), Espada (1968), Urraco (1970) e Countach (1971 como conceito, produção em 1974), Lancia Stratos (1972), Fiat X 1/9 (1972), Maserati Khamsin (1972) e Quattroporte II (1974), Alfa Romeo Alfetta (1978), Citroën BX (1982), Chevrolet Camaro (1984), Volvo 780 (1985), Opel Kadett Cabrio (1986), Citroën XM (1989), Lamborghini Diablo (1990), Citroën ZX (1991) e Xantia (1993), Opel Astra Cabrio (gerações de 1994 e 2001) e Alfa Romeo GT (2003).

 

Texto: Fabrício Samahá – Fotos: divulgação