De Hondas, equipe viaja 8000 km a extremo sul do Chile

 

A equipe de Amyr Klink concluiu a expedição “Pra Lá do Fim do Mundo”, que foi de São Paulo, SP, a Puerto Toro, no extremo sul do Chile, com os modelos Honda HR-V e WR-V. Foram 19 dias e 8.147 quilômetros percorridos por quatro países, em estradas dos mais variados tipos, até alcançarem o ponto mais austral do planeta. Puerto Toro é um vilarejo que fica depois de Ushuaia, na Argentina, cidade mais conhecida como o fim do mundo.

“Estamos em latitude 55° 05′ 00″ S. O extremo sul oficial é o cabo Horn, um pouquinho mais ao sul”, comentou Amyr, após pisar nos primeiros trechos de estrada da comunidade chilena de pescadores, onde vivem apenas 18 habitantes. De São Paulo a equipe seguiu pelo sul do Brasil, com passagem pela Serra do Rio do Rastro (SC) e parada estratégica em Xangri-Lá, cidade onde está localizado o parque eólico da Honda Energy. O empreendimento supre, com energia limpa, a demanda da fábrica de automóveis de Sumaré (SP) e os escritórios da empresa no estado de São Paulo.

 

 

Os quatro carros, dois HR-V Touring e dois WR-V EXL, percorreram trechos da maior extensão de areia contínua do mundo, no Rio Grande do Sul, até a divisa entre o Brasil e o Uruguai. Seguiram pelas estradas uruguaias com parada em Piriápolis. Em Colônia do Sacramento, cidade mais antiga do Uruguai, Amyr e equipe atravessaram o rio da Prata rumo a Buenos Aires. Em Comandante Luis Piedra Buena, os carros cruzaram a Argentina em direção ao Pacífico e atravessaram a fronteira para o Chile. O objetivo de Amyr era conferir os resquícios do rompimento do arco de gelo do Glaciar Perito Moreno.

O Estreito de Magalhães foi vencido com uma travessia de balsa, que levou os nove integrantes da equipe e os quatro veículos a bordo.  De Ushuaia, a 60 quilômetros de Puerto Williams, não há travessia pelo canal de Beagle para os veículos. A equipe então encarrou mais 618 quilômetros, cruzou novamente a fronteira da Argentina com o Chile até a chegada em Punta Arenas e, de lá, cumpriu mais 540 km.

 

Fotos: divulgação