Corvette Sting Ray ganha motor de C7 pela Ares Design

 

Que tal associar o estilo de um Corvette clássico à mecânica potente e confiável de seu modelo atual? Essa é a proposta da Ares Design, de Modena, Itália, com seu Corvette Sting Ray: um cupê da segunda geração (C2) da década de 1960 com chassi e motor do moderno C7.

 

 

A carroceria original de plástico e fibra de vidro foi retocada em detalhes, como os faróis escamoteáveis, enquanto o interior ganhou acabamento completo em couro e sistema de áudio Alpine de 500 watts. O melhor está sob o capô: um LS3 V8 de 6,2 litros com 525 cv associado a uma caixa manual de cinco marchas. Com rodas dianteiras de 19 pol e traseiras de 20 (estas com pneus 295/30) e freios modernos, o clássico esportivo da Chevrolet está pronto para acelerar com muito charme.

 

Texto da equipe – Fotos: divulgação