Charge propõe um Mustang GT 500 “Eleanor” elétrico

 

O que diria Randall “Memphis” Raine se, ao acelerar Eleanor em 60 Segundos, arrancasse rápido sem ouvir o clássico borbulhar do V8 do Ford Mustang Shelby GT 500? Parece surreal, mas essa possibilidade existiria se a “Eleanor” fosse o Mustang elaborado pela inglesa Charge Automotive, com dois motores elétricos e nenhuma gota de “suco de dinossauro” para queimar.

 

 

O Shelby elétrico, a ser revelado no Goodwood Festival of Speed, será produzido em série de 499 unidades com carroceria sob licença. Os dois motores somam 475 cv e o soberbo torque de 122,4 m.kgf, que faz o V8 original parecer um três-cilindros. Com baterias de 64 kWh, a Charge anuncia autonomia média de 320 km, aceleração de 0 a 96 km/h em 4 segundos e máxima de 240 km/h. O preço não deixa por menos: 300 mil libras ou R$ 1,46 milhão na Inglaterra.

 

Texto da equipe – Fotos: divulgação