Bugatti Chiron Super Sport 300+ vem como o do recorde

 

Quando a Bugatti anunciou o recorde de velocidade de 490 km/h de uma versão modificada do Chiron, mencionou que aquele era um protótipo perto da produção. Bem, eis a produção: o Chiron Super Sport 300+, edição limitada a 30 unidades, que recebe a traseira alongada em 25 cm e o motor 100 cv mais potente do carro usado para o recorde (1.600 cv contra 1.500 da versão regular). O sufixo 300+ indica a quebra da barreira de 300 milhas por hora (482 km/h).

 

 

 

A carroceria com fibra de carbono exposta e detalhes em laranja remete ao Veyron Super Sport, que em 2010 firmou seu recorde a 431 km/h. No Chiron a versão tem maiores tomadas de ar frontais, nova tampa do motor e quatro saídas de escapamento como as do Centodieci. O 300+ vem com rodas pretas, mas seu desenho difere daquelas do carro recordista. Além disso, este usava só o banco do piloto (o modelo de série vem com dois assentos) e tinha estrutura interna de proteção, item que a Bugatti oferecerá aos interessados.

 

 

Afinal, o Super Sport 300+ está apto à mesma velocidade do recorde? Ainda não há uma resposta. O material de imprensa é omisso a respeito, mas tem sido veiculado que o fabricante aceitará remover o limitador usual do Chiron para os interessados. Eles poderão também testar o carro no campo de provas Ehra-Lessien do grupo Volkswagen, na Alemanha. Cada um pagará pelo novo carro 3,5 milhões de euros (R$ 15,8 milhões).

Texto da equipe – Fotos: divulgação