BMW Série 3: o que esperar da nova geração para 2019

 

A BMW lança no próximo ano o G20, a nova geração do Série 3 (acima o atual), um dos modelos mais vendidos da marca. O concorrente de Audi A4 e Mercedes-Benz Classe C terá foco no conforto, sem abrir mão da esportividade. De acordo com a revista inglesa Autocar, a versão mais potente abaixo do M3 será a M340i M Performance, com o conhecido motor turbo de 3,0 litros e seis cilindros em linha ajustado para 360 cv. Uma alternativa a diesel será o M340D XDrive M Performance, com 320 cv em outro 3,0-litros de seis cilindros e tração integral. Claro que motores de três e quatro cilindros estarão nas versões mais vendidas. Em 2020, o novo cupê Série 4 acompanhará o sedã com as versões M440i M Performance e M440D M Performance.

 

 

O novo Série 3 baseia-se na plataforma CLAR de motor longitudinal e tração traseira, a mesma do Série 5, que permite redução de peso de até 50 kg, apesar de crescer tanto em comprimento (6 cm) quanto em entre-eixos (2 cm). Maior emprego de alumínio e magnésio participam da dieta, mas não fibra de carbono, que fica restrita ao Série 7 pelo alto custo. Outro recurso que deve ficar de fora é o esterçamento das rodas traseiras, mas o sedã pode oferecer molas a ar na suspensão posterior em versões de topo.

Pelas projeções elaboradas pela revista (que o Best Cars não reproduz em respeito aos direitos autorais), o Série 3 não terá revoluções de desenho, mas uma evolução do tema do modelo atual, elaborada sob a direção do ex-chefe de estilo Karim Habib, hoje na Infiniti. A aerodinâmica será aprimorada, com Cx 0,22 nas versões mais favoráveis.

 

Série 3 atual

Texto da equipe – Fotos: divulgação