BMW 2 Gran Coupe: mais detalhes do sedã do Série 1

 

A BMW fez a apresentação oficial do Série 2 Gran Coupe, um concorrente da marca de Munique para o Mercedes-Benz CLA. Com base no novo Série 1 de tração dianteira, o sedã de quatro portas adota um perfil fastback, o que explica o uso do sufixo até então aplicado ao Série 4 e ao Série 6. As dimensões de 4,53 metros de comprimento e 2,67 m entre eixos o fazem menor que o CLA, que mede 4,69 e 2,73 m, na ordem. O porta-malas tem capacidade de 430 litros, menos 30 que no concorrente.

 

 

 

O M235i, versão de topo do sedã, vem com amplas tomadas de ar, grandes rodas de até 19 pol, pinças de freio azuis e duas saídas de escapamento. As janelas não têm molduras, típicas de cupês. O interior repete o do Série 1 e traz bancos esportivos, o quadro de instrumentos digital que tem sido comum na marca, central de áudio com tela de 10,2 pol e tom azul na iluminação com leds. Ele conta ainda com projeção de informações no para-brisa, o assistente pessoal da BMW que responde a comandos de voz, frenagem autônoma em emergência, assistente de faixa, auxílio para manobras de ré (grava e reproduz para trás os movimentos de direção feitos para frente por até 50 m) e teto solar panorâmico.

 

 

Estão disponíveis no início quatro versões de motores. A linha a gasolina inclui o 218i, turbo de 1,5 litro com 140 cv e torque de 22,4 m.kgf; o 228i (fotos abaixo), turbo de 2,0 litros com 231 cv e 35,7 m.kgf; e o M235i (demais fotos) de mesma configuração com 306 cv e 45,9 m.kgf. A opção inicial a diesel é o 220D de 2,0 litros com 190 cv e 40,8 m.kgf. A transmissão automática de oito marchas pode ser associada a tração integral, que é padrão no M235i. No 218i há escolha entre caixa manual de seis marchas e automatizada de sete com dupla embreagem.

O Gran Coupe terá lançamento oficial em novembro e começa a ser produzido em janeiro. Tem boas chances, a nosso ver, de chegar ao Brasil.

  • Notícia publicada em 15/10 e atualizada em 16/10

 

Texto da equipe – Fotos: divulgação