BMW M4 GTS: injeção de água e 500 cv para produção

BMW M4 GTS 01

 

Revelado como conceito em agosto, o BMW M4 GTS aparece agora em versão para produção com a mais rápida aceleração de 0 a 100 km/h já registrada por um carro da marca (3,8 segundos, redução de 0,3 s sobre o M4 conhecido) e seu melhor tempo no anel norte de Nürburgring, o Nordschleife: 7 min 28 s, quase 30 s a menos que o carro original. O motor permanece com seis cilindros em linha, 3,0 litros e dois turbos, mas a potência passa de 431 cv para 500 cv e o torque de 56,1 m.kgf para 61,2 m.kgf, graças ao sistema de injeção de água inaugurado pelo M4 carro de segurança das competições de MotoGP. A velocidade máxima foi limitada a 305 km/h.

A água é injetada como um borrifo no coletor de admissão, onde evapora, reduzindo a temperatura do ar admitido e o risco de detonação. Com esse efeito consegue-se trabalhar com parâmetros de injeção, ignição e pressão de turbo que aumentam o desempenho. A água fica em um tanque de cinco litros no porta-malas e, em uso vigoroso em pista, a BMW estima que seria consumida a cada tanque de combustível. Em uso normal em rodovias a autonomia estimada é a de cinco tanques de gasolina.

 

 

O supercupê tem outros diferenciais como o primeiro uso em produção dos faróis Organic Light com leds orgânicos; capô, teto e defletor dianteiro de plástico e fibra de carbono; um grande aerofólio traseiro com suportes de alumínio; rodas forjadas de 19 pol na frente e 20 pol atrás, com pneus 265/35 e 285/30, na ordem; escapamento de titânio; bancos de fibra de carbono (apenas na frente: o traseiro foi removido para aliviar peso) e console e painéis de porta mais leves.

O peso foi reduzido para 1.510 kg, o que o deixa com pouco mais de 3 kg para cada cv carregar. O câmbio M Double Clutch Transmission (M DCT), um dupla-embreagem de sete marchas, foi mantido e a suspensão passou por recalibração. Freios de carbono-cerâmica vêm de série. O pacote opcional Clubsport inclui estrutura de proteção na cabine e cintos de seis pontos, sem custo adicional. O M4 GTS será fabricado por apenas um ano, a partir de março, e limitado a 700 unidades.

 

Texto: Fabrício Samahá – Fotos: divulgação