Um Mês: desempenho e estabilidade do Jeep Renegade

 

Como são concorrentes diretos, comparamos a aceleração do Renegade à do HR-V de 1,8 litro (gráfico acima), ambos com potência de 139 cv com álcool. Apesar de mais pesado por 200 kg nas versões testadas, o Jeep consegue ligeira vantagem na fase inicial, entre 2 e 5 segundos, graças à primeira marcha mais curta que a relação inicial da transmissão CVT do Honda. Após 5 segundos, porém, o HR-V desenvolve muito mais. A principal razão é sua CVT manter a rotação do motor na região de potência máxima, sem interrupção, enquanto o Renegade faz mudanças de marcha e trabalha com variações de rotação e potência.

Na última semana mantivemos o uso urbano com álcool. Foram 449 quilômetros com média de 7,6 km/l, sendo a melhor marca durante a madrugada com boa parte pela Marginal Pinheiros: 10,7 km/l em 12 km à média de 50 km/h. A pior marca foi de 3,8 km/l em 6 km de voltas pelo bairro com média de 15 km/h. Também tivemos o uso em trânsito pesado por 13 km com médias de 4,0 km/l e 15 km/h.

 

 

O consumo urbano realmente não agradou, justificando a fama de “beberrão” do Renegade. No mesmo trajeto urbano do dia a dia (cerca de 60 km) e com velocidade média semelhante, ele fez 9,5 km/l de gasolina ante 12,6 km/l do Citroën C4 Cactus THP, 11,9 km/l do Peugeot 3008 (carro bem maior), 10,1 km/l do Compass Sport (também de segmento superior) e 9,8 km/l do Hyundai Creta 2,0 (o HR-V não foi usado no mesmo trajeto). Consumir mais que o “irmão” maior, mais potente e mais pesado ilustra bem como o motor do Renegade deveria ser mais eficiente.

A favor do pequeno Jeep, é preciso observar que seu computador de bordo mente para menos: indicou, na média dos abastecimentos, consumo 1,9% pior que o constatado na bomba de combustível. O próprio Compass apontava no painel um consumo 2,5% melhor que o real. Feitas as contas, o consumo verdadeiro dos dois modelos no trajeto cotidiano praticamente se iguala. O HR-V, por sua vez, indicava um valor otimista em 9,7%.

 

O Renegade deixou boas impressões em conforto de rodagem e conveniências internas, mas consumo urbano, espaço atrás e no porta-malas são pontos fracos

 

Experimentamos o uso da “pressão de economia”, recomendada na etiqueta de orientação das pressões recomendadas para os pneus. Rodar com 38 lb/pol² acarretou perda na absorção de impactos, sobretudo de remendos de asfalto mal feitos, afetando o conforto e até ressonando um pouco o interior do carro com as pancadas. Apesar de aguentar bem o tranco, é nítido que a suspensão sofre mais e que o uso da pressão de economia não é recomendado na péssima pavimentação da cidade de São Paulo. Quanto ao consumo, ficou difícil notar qualquer ganho com tantas variáveis no trânsito — seria preciso rodar testes em circuitos fechados para uma verificação confiável.

 

 

A central de áudio realmente decidiu não funcionar mais com nossos celulares, recusando a conexão ao Apple Car Play, além de não carregar a bateria do telefone. De resto, notamos que o para-sol poderia ter uma aba de prolongamento, pois não exerce função ao se deslocar para a lateral para tentar barrar o sol de fim de tarde pela janela da porta.

O Renegade Longitude termina o mês agradando pelo conforto de rodagem, acabamento interno, espaço e conveniências para os ocupantes dianteiros e, de certa forma, comportamento em curvas e consumo rodoviário. Como aspectos negativos ficam o espaço para os ocupantes traseiros e a bagagem, visibilidade dianteira, consumo urbano e a central de áudio com problemas para conexão ao celular.

Semana anterior

 

Última semana

Distância percorrida 450 km
Distância em cidade 450 km
Distância em rodovia
Consumo médio geral 6,7 km/l
Consumo médio em cidade 6,7 km/l
Consumo médio em rodovia
Melhor média 10,7 km/l
Pior média 3,8 km/l
Dados do computador de bordo com álcool

 

Desde o início

Distância percorrida 2.100 km
Distância em cidade 1.738 km
Distância em rodovia 362 km
Consumo médio geral 9,1 km/l (gas.) / 7,6 km/l (álc.)
Consumo médio em cidade 9,1 km/l (gas.) / 6,8 km/l (álc.)
Consumo médio em rodovia 11,0 km/l (álc.)
Melhor média 11,5 km/l (gas.) / 12,2 km/l (álc.)
Pior média 5,7 km/l (gas.) / 3,8 km/l (álc.)
Dados do computador de bordo

 

Preços

Sem opcionais R$ 104.990
Como avaliado R$ 108.490
Completo R$ 117.780
Preços sugeridos em 2/9/19 em São Paulo, SP

 

Equipamentos e opcionais

Renegade Longitude – Alarme, ar-condicionado automático de duas zonas, assistente de saída em rampa, câmera traseira de manobras, controlador e limitador de velocidade, controle eletrônico de estabilidade e tração, faróis de leds, faróis e luz traseira de neblina, fixação Isofix para cadeiras infantis, luzes diurnas, monitor de pressão dos pneus, rodas de alumínio de 18 polegadas, sensores de estacionamento atrás, sistema de áudio com tela de 8,4 pol e integração a celular, volante com regulagem de altura e distância.

• Opcionais – Bolsas infláveis laterais dianteiras, de cortina e de joelhos do motorista; revestimento dos bancos em couro marrom; estribos e barras transversais de teto ou bagageiro de teto; frisos laterais, protetores de soleira e adesivo de capô; protetor de cárter e para-barros; suporte de bicicleta.

 

Ficha técnica

Motor
Posição transversal
Cilindros 4 em linha
Comando de válvulas no cabeçote
Válvulas por cilindro 4, variação de tempo
Diâmetro e curso 80,5 x 85,8 mm
Cilindrada 1.747 cm³
Taxa de compressão 12,5:1
Alimentação injeção multiponto sequencial
Potência máxima (gas./álc.) 135/139 cv a 5.750 rpm
Torque máximo (gas./álc.) 18,7/19,3 m.kgf a 3.750 rpm
Transmissão
Tipo de caixa e marchas automática / 6
Tração dianteira
Freios
Dianteiros a disco ventilado
Traseiros a disco
Antitravamento (ABS) sim
Direção
Sistema pinhão e cremalheira
Assistência elétrica
Suspensão
Dianteira independente, McPherson, mola helicoidal
Traseira independente, McPherson, mola helicoidal
Rodas
Dimensões 7 x 18 pol
Pneus 225/55 R 18
Dimensões
Comprimento 4,232 m
Largura 1,798 m
Altura 1,705 m
Entre-eixos 2,57 m
Capacidades e peso
Tanque de combustível 60 l
Compartimento de bagagem 320 l
Peso em ordem de marcha 1.480 kg
Desempenho e consumo (gas./álc.)
Velocidade máxima 180/182 km/h
Aceleração de 0 a 100 km/h 11,9/11,1 s
Consumo em cidade 10,0/6,9 km/l
Consumo em rodovia 12,0/8,6 km/l
Dados do fabricante; consumo conforme padrões do Inmetro