T5: como é o JAC que vem competir com o Ecosport

JAC T5

 

Utilitário esporte chega em alguns meses com motor 1,5-litro
e opção de CVT; andamos também no pequeno J2, agora flexível

Texto: Fabrício Samahá e Edison Ragassi – Fotos: divulgação

 

A JAC Motors aproveitou a inauguração de mais uma concessionária em São Paulo, SP — a Braz Leme —, para que a imprensa dirigisse alguns de seus modelos. O Best Cars experimentou o pequeno hatch J2, agora dotado de motor flexível em combustível, e o utilitário esporte compacto T5, que começa a ser vendido no Brasil em meados de 2015 (antes dele vem o T6, maior, com lançamento em janeiro).

Chamado de S3 na China, o T5 mede 4,33 metros de comprimento e 2,56 m de distância entre eixos, próximo ao Ford Ecosport (4,24 m com o estepe e 2,52 m) e ao Renault Duster (4,32 m e 2,67 m), com os quais vem competir. Seu desenho, atual e que transmite robustez, inclui leds nas luzes diurnas dos faróis e nas lanternas traseiras. Chamam atenção a ampla grade dianteira, a linha de cintura em forte ascensão rumo à traseira e as largas colunas posteriores (em prejuízo da visibilidade). A carroceria tem tanto volume de chapas que faz as rodas de 16 polegadas parecerem muito pequenas.

 

JAC T5

 

JAC T5
JAC T5
JAC T5
 
O T5 tem desenho atual e porte similar ao do Duster; com motor 1,5 de até
127 cv, o desempenho convence e há opção pelo primeiro câmbio CVT da JAC

 

O interior é simples em materiais, mas tem aspecto mais elaborado que os de outros modelos da marca. No carro exibido os bancos são revestidos em couro e há equipamentos como ar-condicionado automático de duas zonas de ajuste, computador de bordo, cintos de três pontos para os cinco ocupantes, monitor de pressão dos pneus e rádio com tela ampla e navegação. Embora o conteúdo de série para o Brasil ainda não tenha sido anunciado, a JAC prevê preço ao redor de R$ 60 mil para a versão básica. Na China existem opções como controle de estabilidade, bolsas infláveis laterais e de cortina, controlador de velocidade e teto solar.

 

O primeiro contato com o T5 agradou: boas
respostas em médias e altas rotações,
suspensão que absorve bem as imperfeições

 

O motor do T5 é o conhecido 1,5-litro flexível de quatro válvulas por cilindro, com variação do tempo de abertura daquelas de admissão, já conhecido de J3 e J3 Turin S. Com potência de 125 cv e torque de 15,5 m.kgf com gasolina ou 127 cv e 15,7 m.kgf com álcool, ele pode ser associado a um câmbio manual de seis marchas ou — pela primeira vez em um JAC por aqui — um automático de variação contínua (CVT), que permite operar com mudanças manuais entre seis “marchas virtuais” por toques na alavanca.

 

JAC T5

 

JAC T5
JAC T5
JAC T5
 
No interior simples, o utilitário oferece bom espaço e prevê comodidades
como ar-condicionado de duas zonas, navegador e bancos de couro

 

O primeiro contato com o T5 agradou. O utilitário esporte mostrou-se bem ajustado para o Brasil, embora ainda esteja em processo de calibração às nossas condições. O motor tem boas respostas em médias e altas rotações, mas é um pouco “preguiçoso” nas baixas (o peso é de cerca de 1.200 kg), e a alavanca de câmbio manual é precisa nos engates. Algumas imperfeições do asfalto revelaram que a suspensão as absorve bem, sem que seja macia em excesso. A empresa está trabalhando para melhorar o isolamento acústico do carro. A bordo, a posição de dirigir é confortável, os instrumentos de painel têm fácil visualização e o banco traseiro oferece bom espaço mesmo para dois adultos de 1,80 metro.

 

 

Compacto esperto

Por sua vez, o J2 traz a primeira aplicação do sistema flexível Delphi ao motor de 1,35 litro e quatro válvulas por cilindro, que no J3 funciona apenas com gasolina. A alteração elevou a potência de 108 para 110 cv com gasolina e 113 com álcool, enquanto o torque subiu de 14 m.kgf para 14,1 e 14,4 m.kgf, na ordem. São valores expressivos para a cilindrada e para o baixo peso do carro (915 kg), pelo que a fábrica anuncia velocidade máxima de 187 km/h e aceleração de 0 a 100 km/h em 9,6 segundos. O tanque de combustível de 35 litros faz esperar autonomia crítica com álcool.

 

JAC J2

 

JAC J2
JAC J2
JAC J2
 
O pequeno J2 ficou ainda mais potente (113 cv) com o motor 1,35 flexível,
mas o torque em baixa é pouco; interior e porta-malas são compactos

 

O J2 recebeu novo para-choque traseiro, que simula um difusor de ar. O conteúdo de série inclui ar-condicionado, conjunto elétrico, direção com assistência elétrica, sensores de estacionamento traseiros, faróis de neblina, alarme, rodas de alumínio de 14 pol e rádio/CD. O espaço interno bastante limitado — apesar dos três lugares previstos no banco traseiro — e o de bagagem ainda mais, apenas 121 litros, são toleráveis diante de suas dimensões, com 3,54 m de comprimento e 1,64 m de largura, próximos aos de um Fiat 500.

Ao volante, o carro continua como o anterior: tem arranque lento em baixa rotação, típico dos motores 16-válvulas de alta potência específica, mas ganha um tempero esportivo acima de 3.500 rpm. O interior é confortável nos bancos dianteiros e não é difícil encontrar uma boa posição de dirigir. Detalhe interessante: o quadro de instrumentos move-se junto do volante quando este é regulado em altura. Ao preço de R$ 35 mil, o J2 torna-se opção válida para quem não precisa de espaço e gosta de potência, desde que se disponha a trabalhar com o câmbio para manter o motor “esperto”.

Mais Avaliações

 

Ficha técnica

J2

T5

Motor

Posição transversal
Cilindros 4 em linha
Comando de válvulas duplo no cabeçote
Válvulas por cilindro 4, variação de tempo
Diâmetro e curso 75 x 75,4 mm 75 x 84,8 mm
Cilindrada 1.332 cm³ 1.499 cm³
Taxa de compressão 10,5:1 10:1
Alimentação injeção multiponto sequencial
Potência máxima (gas./álc.) 110/113 cv a 6.000 rpm 125/127 cv a 6.000 rpm
Torque máximo (gas./álc.) 14,1/14,4 m.kgf a 4.500 rpm 15,5/15,7 m.kgf a 4.000 rpm

Transmissão

Tipo de câmbio e marchas manual, 5 manual, 6 ou automático de variação contínua
Tração dianteira

Freios

Dianteiros a disco ventilado
Traseiros a tambor a disco
Antitravamento (ABS) sim

Direção

Sistema pinhão e cremalheira
Assistência elétrica

Suspensão

Dianteira independente, McPherson, mola helicoidal
Traseira independente, McPherson, mola helicoidal eixo de torção, mola helicoidal

Rodas

Dimensões 14 pol 16 pol
Pneus 175/60 R 14 205/55 R 16

Dimensões

Comprimento 3,535 m 4,325 m
Largura 1,64 m 1,765 m
Altura 1,475 m 1,66 m
Entre-eixos 2,39 m 2,56 m

Capacidades e peso

Tanque de combustível 35 l 45 l
Compartimento de bagagem 121 l ND
Peso em ordem de marcha 915 kg 1.220 kg

Desempenho

Velocidade máxima 187 km/h ND
Aceleração de 0 a 100 km/h 9,6 s ND
Dados do fabricante; consumo não informado; ND = não disponível; alguns dados do T5 referem-se ao mercado chinês e podem sofrer alterações até o lançamento no Brasil