XC40: caçula dos SUVs Volvo segue valores da família

A marca sueca chega ao segmento de Evoque e X1 com um produto equilibrado e de alta dotação em segurança

Texto: Fabrício Samahá e Sérgio Galvão – Fotos: divulgação

 

A Volvo expande sua família de utilitários esporte no Brasil com o lançamento do modelo compacto XC40. Apresentado no ano passado na Europa, onde foi eleito Carro do Ano de 2018, ele começa a ser vendido aqui este mês em duas versões: Momentum e R-Design T5, que compartilham o motor turbo de 2,0 litros com potência de 252 cv. A opção básica T4 vem em julho com 190 cv — há ainda as edições limitadas First Edition T5, cujas 70 unidades se esgotaram logo que a marca sueca abriu a pré-venda, em janeiro. Quando a linha estiver completa, a faixa de preços cobrirá de R$ 169.950 a R$ 214.950 (conheça o conteúdo de cada uma no quadro abaixo).

Com 4,42 metros de comprimento, 1,86 m de largura, 1,65 m de altura e 2,70 m de entre-eixos, o XC40 vem competir com Audi Q3, BMW X1 e X2Jaguar E-Pace, Mercedes-Benz GLA e Range Rover Evoque. A versão de entrada tende a ser opção também a modelos de fora do mercado de luxo, como Honda CR-V e o novo Volkswagen Tiguan. Um bom trabalho de estilo deixou-o com identidade própria, ao mesmo tempo em que lembra os SUVs maiores da marca, XC60 e XC90, como nas lanternas traseiras.

 

Quebra da janela das portas traseiras, um ponto de identidade do XC40, marca a divisão de cores entre teto e restante; versão Momentum (fotos) usa rodas de 19 pol

 

A parte mais chamativa do desenho é a forte quebra da base da janela das portas traseiras, que sobe para formar a divisão entre os dois tons de pintura (o teto pode ser preto ou branco). As reentrâncias na parte inferior das portas também chamam atenção e conferem ar de solidez. Os faróis usam leds em toda a linha e têm função autodirecional e comutação automática de facho. No emblema da Volvo, na grade dianteira, vem a câmera do controlador de distância (R-Design). As rodas variam conforme a versão: 18 polegadas na T4, 19 na Momentum e 20 na R-Design. O coeficiente aerodinâmico (Cx) é bom, 0,34.

 

O R-Design oferece condução semiautônoma: ao seguir o tráfego adiante e as faixas da via, o carro pode assumir as funções de aceleração, frenagem e direção

 

No interior, a aplicação da grande tela vertical sensível ao toque de nove polegadas, de série em todas as versões, impôs um formato esguio para os difusores de ar centrais, acompanhado pelos laterais e pelos que levam ar à traseira. O sistema de áudio, compatível com Apple Car Play e Android Auto, oferece opções de 80, 250 e 600 watts, este com 13 alto-falantes e a grife Harman Kardon, aplicado ao R-Design. Os painéis de porta trazem grande superfície acarpetada, solução incomum. Não há alto-falantes ali: um para subgraves, ventilado a ar, foi aplicado ao painel para substituí-los.

O ambiente interno, se não oferece o requinte dos Volvos maiores, transmite boa impressão pelo acabamento. O quadro de instrumentos digital, com tela de TFT de 12,3 pol, é configurável na parte central e fácil de ler e usar, assim como a tela de áudio. No console, as versões T5 trazem carregador de celular por indução, sem fios. O freio de estacionamento elétrico inclui retenção automática em paradas. O carro tem volante de boa empunhadura, bancos bem desenhados e comandos bem à mão. Ponto negativo é precisar-se usar a tela central para simples ajuste de temperatura e velocidade do ar-condicionado, pois não há botões físicos redundantes.

 

Interior é criativo nos difusores de ar; tela vertical de 9 pol remete a outros Volvos; navegador e camurça sintética nos bancos equipam só a versão R-Design

 

Sistemas de assistência ao motorista são um ponto alto do XC40. Toda a linha traz o City Safety, que monitora o tráfego adiante e detecta a presença de animais ou mesmo pedestres; se necessário, efetua frenagem automática para evitar ou reduzir o risco de colisão ou atropelamento. Assistente para se manter na faixa da via, que promove leve intervenção ao volante caso o motorista não corrija a trajetória, e Mitigação de Pista Oposta (que avisa o motorista no caso de invadir a faixa oposta e conduz o veículo de volta à própria pista, entre 65 e 140 km/h) também vêm desde a versão básica.

 

 

O R-Design acrescenta as funções de controlador de distância à frente, leitura de placas de sinalização e condução semiautônoma a até 130 km/h. Ao seguir tanto o tráfego adiante quanto as faixas da via, o carro pode assumir as funções de aceleração, frenagem e direção (apenas curvas suaves). O motorista deve manter as mãos no volante e a atenção ao tráfego, mesmo porque a leitura das faixas pode tornar-se insuficiente a qualquer momento: nesse caso, o carro sinaliza que o condutor deve retomar o acionamento de direção.

Próxima parte

 

Versões, preços e equipamentos

• XC40 T4 (R$ 169.950, a partir de julho) – Ar-condicionado automático, assistência Volvo On Call, assistente de mudança de faixa, banco do motorista com ajuste elétrico e memória, bolsas infláveis laterais e de cortina, controlador de velocidade normal e em declive, controle de estabilidade e tração, faróis de leds, limpador de para-brisa automático, monitor de pressão dos pneus, quadro de instrumentos em tela de TFT de 12,3 pol, rodas de 18 pol, sensores de estacionamento traseiros, sistema City Safety, sistema de áudio de 80 watts com tela de 9 pol (compatível com Apple Car Play e Android Auto), sistema Mitigação de Pista Oposta.

• XC40 Momentum T5 AWD (R$ 194.950) – Como no T4, mais ar-condicionado de duas zonas, câmera traseira de manobras, carregador de celular por indução, chave presencial para acesso e partida, motor de 252 cv, retrovisor interno fotocrômico, rodas de 19 pol, seletor de modos de condução com cinco programas (Comfort, Eco, Off-Road, Dynamic e Individual), sistema de áudio de 250 watts, tração integral. Opção de teto em branco.

• XC40 R-Design T5 AWD (R$ 214.950) – Como no Momentum T5, mais banco do passageiro com ajuste elétrico, bancos revestidos em couro e camurça sintética, controlador de distância à frente, faróis de neblina de leds, leitura de placas de sinalização, rodas de 20 pol, sensores de estacionamento dianteiros, sistema de áudio Harman Kardon de 600 watts com navegador, sistema de condução semiautônoma, tampa traseira com acionamento elétrico, teto em preto, teto solar panorâmico elétrico, volante com comandos de marchas.

• Cores – Azul (tons diferentes entre Momentum e R-Design), branco, cinza, prata, preto, vermelho. Interior do Momentum em bege, caramelo, preto ou vermelho. Interior do R-Design em preto.

• Garantia – 2 anos sem limite de quilometragem com opção de ampliar por 1 ou 2 anos.

Próxima parte