Fiat Uno 2015 movimenta-se em resposta a Ka e Up

Fiat Uno Sporting

 

Parada e partida automáticas, câmbio Dualogic e um refresco
no visual preparam o modelo para enfrentar a nova concorrência

Texto: Fabrício Samahá – Fotos: divulgação

 

Volkswagen Up de um lado, novo Ford Ka do outro, e de repente ficou clara a defasagem do Fiat Uno diante de concorrentes mais modernos. Como resposta, a fábrica de Betim, MG, apresenta seu modelo 2015 com visual renovado, interior mais agradável, opção de câmbio automatizado Dualogic e uma inovação técnica entre os carros fabricados no Brasil: o sistema automático de parada e partida do motor Start & Stop.

Ao lado da versão de entrada Vivace com motor de 1,0 litro, que não teve alterações e permanece com escolha entre três e cinco portas, a linha agora oferece as opções Attractive (que passa a ter aquela mesma cilindrada), a inédita Evolution 1,4-litro (única com o Start & Stop), Way (1,0 ou 1,4) e Sporting 1,4, todas com cinco portas — curiosamente nem mesmo a última, com apelo mais esportivo, obteve boa aceitação com a carroceria de três. Câmbio Dualogic está disponível apenas para o Way 1,4 e o Sporting (confira no quadro desta página os equipamentos e preços de cada versão).

As mudanças visuais do Uno foram discretas, a ponto de o carro parecer o mesmo à primeira vista — parece difícil redesenhar um estilo como esse, tão baseado no tema do quadrado com cantos arredondados. Na frente os faróis estão maiores (continuam com refletor único), a grade assume um perfil mais baixo e destaca mais o emblema Fiat e o para-choque ganha uma tomada de ar acima da placa de licença.

 

Fiat Uno Attractive

 

Fiat Uno Attractive
Fiat Uno Attractive
 
Frente redesenhada (apesar de lembrar muito a anterior), novas lanternas
traseiras e uma ampla mudança interna aparecem já no Uno Attractive

 

Atrás os retoques são pequenos: o para-choque teve a seção em preto integrada à parte inferior e as lanternas mudaram nos elementos internos, com vários quadrados espalhados. No caso do Sporting ambos os para-choques são diferenciados das demais versões e há saídas de escapamento centrais. De resto foram adotados outros retrovisores, rodas, palhetas do limpador de para-brisa e maçanetas dianteiras, que passam a trazer o miolo de fechadura.

 

O Start & Stop desliga o motor assim
que se para o carro em ponto-morto e
religa-o em apenas 0,4 segundo

 

Por dentro a Fiat buscou um aspecto superior com as novas formas de painel, volante, bancos e forros de porta e os plásticos de aspecto mais agradável, embora ainda simples. O rádio deu lugar a um maior, ladeado por novos difusores de ar, e os controles elétricos de vidros passam a ter comandos nas portas (antes vinham no painel e estavam restritos aos dianteiros) com função um-toque. Comandos de áudio e do computador de bordo no volante, sensores de estacionamento traseiros e retrovisores com ajuste elétrico são outros itens inéditos no Uno.

No quadro de instrumentos o marcador de nível de combustível passa a ser analógico (parece que os mostradores simples em LCD estão mesmo fadados a desaparecer, como já visto em outras marcas) e o conjunto melhora bastante em aparência, com direito a uma tela no velocímetro que serve ao computador de bordo, mensagens diversas (incluindo a de ativação e desativação da parada do motor) e exibição de velocidade.

 

Fiat Uno Way

 

Fiat Uno Way
Fiat Uno Way
 
Com visual “aventureiro”, o Uno Way agora pode ter câmbio Dualogic com
botões no console em vez de alavanca; oferece motores de 1,0 e 1,4 litro

 

O Uno ganhou ainda arquitetura eletrônica mais moderna, o que trouxe recursos como luzes de direção com função para mudança de faixa (piscam por cinco vezes com um toque leve na alavanca), sinalização para troca de marcha, indicadores de temperatura do motor e externa, alerta para lâmpadas queimadas, acionamento do pisca-alerta em caso de frenagem brusca e retrovisor direito que se reposiciona para baixo ao engatar a marcha à ré, a fim de mostrar a guia da calçada.

 

 

No caso do câmbio Dualogic (da mesma geração Plus já usada em outros modelos da Fiat), o Uno faz a estreia no Brasil do controle por botões no console central, sem alavanca, sendo as trocas manuais de marcha comandadas por alavancas junto ao volante. Os botões referem-se às posições A/M (seleção entre modos de uso automático e manual), D (drive, operação automática), N (ponto-morto), R (marcha à ré) e S (programa esportivo da caixa). Inspirado nos sistemas de superesportivos como os da Ferrari, o sistema é semelhante ao usado no 500 Abarth.

Por fim, o banco traseiro pode ser bipartido como opcional, caso em que há encosto de cabeça e cinto de três pontos também para o passageiro central, e seu mecanismo de rebatimento foi aprimorado para que se encaixe junto aos encostos dianteiros. Sem chegar a ser luxuoso, o interior das versões superiores do Uno ficou mais coerente aos novos tempos, em que carros muito espartanos enfim parecem ser rejeitados pelos brasileiros.

Próxima parte

 

Versões, equipamentos e preços

 

Fiat Uno Attractive
Fiat Uno Attractive
Fiat Uno Attractive

 

• Uno Attractive: R$ 31 mil com motor de 1,0 litro, agora o único disponível. Traz de série direção assistida, limpador e desembaçador do vidro traseiro. A ampla gama de opcionais inclui ar-condicionado, controles elétricos de vidros, travas e retrovisores, sensores de estacionamento na traseira, rádio com MP3 e conexões USB e auxiliar, interface Bluetooth para telefone celular, comando interno de porta-malas e tampa do tanque, banco traseiro bipartido e rodas de alumínio de 14 pol.

 

Fiat Uno Way
Fiat Uno Way
Fiat Uno Way

 

• Uno Way: R$ 31.490 com motor de 1,0 litro e R$ 35 mil com o 1,4. Acrescenta ao conteúdo do Attractive barras longitudinais no teto, faróis com máscara negra, grade dianteira em preto brilhante, retrovisores com luzes indicadoras de direção, moldura nas caixas de roda e conta-giros; oferece os mesmos opcionais. No caso de motor 1,4, vem ainda com apoio de pé esquerdo, comandos internos de tanque e porta-malas, computador de bordo, porta-objetos no teto, porta-óculos, controles elétricos de vidros dianteiros e travas e volante com regulagem de altura, além de poder receber o câmbio automatizado Dualogic com comandos no volante (R$ 2.980). Com todos os opcionais o 1,4 Dualogic supera R$ 47 mil.

 

Fiat Uno Evolution
Fiat Uno Evolution
Fiat Uno Evolution

 

• Uno Evolution 1,4: R$ 35 mil. Além da estreia da parada/partida automática, traz os conteúdos internos citados acima para o Way 1,4, mas sem o visual “aventureiro” ou a suspensão elevada. Retrovisores com luzes de direção, maçanetas e retrovisores na cor do carro também o equipam.

• Uno Sporting 1,4: R$ 36.650. Mantém os itens do Evolution (exceto parada/partida automática e rádio) somados a rodas de alumínio de 15 pol, faróis de neblina, para-choques com desenho exclusivo e dupla saída de escapamento central. O Dualogic também está disponível para ele por R$ 2.980. Completa, a versão automatizada passa de R$ 48 mil. Com exceção do Vivace, todas as versões são oferecidas apenas com cinco portas.

 

Fiat Uno Sporting
Fiat Uno Sporting
Fiat Uno Sporting

 

A Fiat oferece ainda pacotes de personalização aplicáveis a toda a linha. O Black & White vem com outro tecido nos bancos, maçanetas pretas, tapetes e detalhes em branco no volante e no quadro de instrumentos. O Dark & Grey traz adesivos no capô e na tampa traseira, luzes de direção nos retrovisores, faróis com máscara negra e grade, defletor traseiro e retrovisores na cor cinza fosco.

Acessórios da gama Mopar para aplicação em concessionária chegam a 120 itens, entre os quais central multimídia com tela sensível ao toque de 6,2 pol, câmera traseira para manobras com imagens no retrovisor interno, rádio que recebe aplicativos de um celular inteligente e rodas esportivas. Permanece a garantia de um ano sem limite de quilometragem, com 36 meses para componentes do motor e do câmbio.

Próxima parte