Nissan Sentra 2016 traz poucas, mas boas, novidades

Nissan Sentra Unique

 

Sedã recebe controle de estabilidade e versão com interior em bege; espaço e suavidade permanecem seus principais atributos

Texto: Geraldo Tite Simões – Fotos: divulgação

 

Ainda atual com sua carroceria lançada há dois anos, o Nissan Sentra chega à linha 2016 com poucas, mas boas, novidades. O sedã médio, que teve um crescimento de vendas de 111% entre 2013 e 2014 por conta da reformulação, recebe controle eletrônico de estabilidade e tração, item de série nas três opções com câmbio automático de variação contínua (CVT); traz a versão de topo Unique, com interior em bege e cinza; e ganha o sistema Connect de acesso a redes sociais.

O controle de estabilidade era uma falta injustificável, pois grande parte da concorrência já o trazia e, de resto, estava disponível na linha de produção do sedã no México — o custo de implantação nesse caso é bastante baixo, por se tratar mais de programação eletrônica que de dispositivos adicionais. O acabamento em tons claros é uma alternativa bem-vinda, que havia obtido certa aceitação na série especial de mesmo nome do Sentra anterior, em 2012. Quanto ao Connect, restrito às versões SL e Unique, permite receber informações de redes sociais e passá-las ao navegador, como um endereço de evento para o qual se for convidado.

 

Nissan Sentra Unique

 

Nissan Sentra Unique
Nissan Sentra Unique

 
A versão Unique (fotos) torna-se a mais luxuosa do Sentra, mas todas as dotadas de CVT ganham controle de estabilidade; o sistema Connect equipa tanto a Unique quanto a SL

 

Aliado à recente valorização do dólar em relação ao real, o novo recurso de segurança elevou os preços do Sentra, que agora custa de R$ 69.190 a R$ 87.490, conforme a versão. São aumentos expressivos em relação aos valores da época do lançamento, que não passavam de R$ 72 mil para o SL com teto solar (veja o conteúdo de cada uma no quadro abaixo).

 

Com mais de 90% do torque a apenas 2.000 rpm e aliado ao câmbio de variação contínua, o motor do Sentra responde de forma muito eficiente à aceleração

 

Ao volante

Embora as novidades mal justificassem uma avaliação, a Nissan convidou a imprensa a dirigir o Sentra 2016 na região de Búzios, RJ. O motor mantém-se o 2,0-litros flexível, com potência algo modesta para os padrões atuais — 140 cv com qualquer dos combustíveis —, mas o número que faz mais sentido é o da distribuição de torque. Mais de 90% do valor máximo (20 m.kgf) aparecem a apenas 2.000 rpm, o que aliado ao câmbio CVT faz o motor responder de forma muito eficiente à aceleração.

Quem nunca dirigiu veículo com CVT pode estranhar a forma como o motor cresce de giro sem os “trancos” das trocas de marcha: às vezes a rotação estabiliza e a velocidade sobe, de forma muito progressiva e sem ressaltos. No caso específico do Sentra, ao acelerar fundo percebe-se aumento exagerado do ruído, mas não acompanhado de vibração. À velocidade de 120 km/h o motor revela confortáveis 2.100 rpm e responde prontamente ao comando do acelerador.

 

Nissan Sentra Unique

 

Nissan Sentra Unique
Nissan Sentra Unique

 
Revestimento em couro e parte dos plásticos do Unique vêm em tom bege, como na edição limitada oferecida em 2012: bem-vinda alternativa aos que preferem interiores claros

 

Outra característica desse câmbio é não propiciar freio-motor nas desacelerações: é quase como se entrasse em ponto-morto, o que pode ser evitado pelo uso do botão overdrive, que desativa as relações mais longas, ou usando a posição L (baixa) se a necessidade de retenção for intensa, como em descida íngreme. Esse câmbio não tem simulador de marchas, como o do Renault Fluence (que usa basicamente a mesma caixa), ou opção de “trocas” pela alavanca.

Como o teste foi realizado na versão Unique em piso seco e em retas, não foi possível avaliar o controle de estabilidade. Assim, além da suavidade de condução pelo CVT e do bom motor, um ponto alto do Sentra que ficou evidente continua a ser o espaço interno: o vão para pernas no banco traseiro chega a ser maior que em diversos concorrentes e ainda sobrou espaço para um porta-malas de 503 litros de capacidade.

Mais Avaliações

 

 

Versões, equipamentos e preços

• Sentra S (R$ 69.190): vem de série com câmbio manual de seis marchas, alarme, acabamento dos bancos em veludo, ar-condicionado, banco do motorista com regulagem de altura, banco traseiro bipartido 60/40, chave presencial para acesso e partida, computador de bordo, controles de áudio e da interface Bluetooth no volante, faróis de neblina, freios ABS com distribuição eletrônica e assistência de emergência, ganchos Isofix para cadeiras de crianças, lanternas traseiras em leds, partida a frio sem uso de gasolina, rádio/CD com MP3, rodas de alumínio de 16 pol e volante com regulagem de altura e distância.

• Sentra SV (R$ 76 mil): como no S, mais câmbio de variação contínua (CVT), ar-condicionado automático de duas zonas, bancos de couro preto, câmera traseira para manobras, controle de estabilidade, controlador de velocidade e rádio com mostrador de 4,3 pol.

Nissan Sentra SL
Nissan Sentra SL
Nissan Sentra SL

• Sentra SL (R$ 82.490): como no SV, mais bolsas infláveis laterais e de cortina, acendimento automático dos faróis, navegador com Connect, rádio com mostrador de 5,8 pol, retrovisor interno fotocrômico, rodas de 17 pol e sensores de estacionamento na traseira. Opcional: teto solar (R$ 85 mil)

• Sentra Unique (R$ 87.490): como no SL com teto solar, mais interior em bege e cinza, rodas exclusivas, soleiras das portas iluminadas e alarme volumétrico.

 

Ficha técnica

Motor
Posição transversal
Cilindros 4 em linha
Comando de válvulas duplo no cabeçote
Válvulas por cilindro 4, variação de tempo
Diâmetro e curso 84 x 90,1 mm
Cilindrada 1.997 cm³
Taxa de compressão 9,7:1
Alimentação injeção multiponto sequencial
Potência máxima 140 cv a 5.100 rpm
Torque máximo 20 m.kgf a 4.800 rpm
Transmissão
Tipo de câmbio e marchas variação contínua
Tração dianteira
Freios
Dianteiros a disco ventilado
Traseiros a disco
Antitravamento (ABS) sim
Direção
Sistema pinhão e cremalheira
Assistência elétrica
Suspensão
Dianteira independente, McPherson, mola helicoidal
Traseira eixo de torção, mola helicoidal
Rodas
Dimensões 17 pol
Pneus 205/50 R 17
Dimensões
Comprimento 4,625 m
Largura 1,761 m
Altura 1,500 m
Entre-eixos 2,700 m
Capacidades e peso
Tanque de combustível 52 l
Compartimento de bagagem 503 l
Peso em ordem de marcha 1.348 kg
Desempenho e consumo
Velocidade máxima 186 km/h
Aceleração de 0 a 100 km/h 10,1 s
Consumo em cidade 10,2/6,9 km/l
Consumo em rodovia 12,9/9,1 km/l
Dados do fabricante; consumo pelos padrões do Inmetro/Conpet