Dia a Dia: 208 Allure é bom primeiro e segundo carro

Peugeot 208 Allure

 

Peugeot 208 Allure
Peugeot 208 Allure
 
Sem impressionar pelo desempenho ou pela estabilidade, o 208 agrada de modo
geral: boas respostas em baixa rotação, ótima direção, um rodar confortável

 

Motor esperto, suspensão acertada

Assim como o C3 lançado em 2012, o 208 usa nas versões mais simples um motor de 1,45 litro obtido a partir do antigo 1,4 do grupo francês, que permanece em uso no 207. É uma unidade convencional com comando único e duas válvulas por cilindro, cuja maior sofisticação é o uso de alumínio também no bloco. Fornece índices de potência (89 cv com gasolina, 93 com álcool) e torque (13,5 e 14,2 m.kgf, na mesma ordem) satisfatórios para a cilindrada, embora modestos diante do concorrente direto da Ford, o Fiesta de 1,5 litro e 16 válvulas, que com álcool chega a 111 cv e 15 m.kgf.

 

O ponto alto desse motor é sua pronta resposta
em baixas rotações, que torna o 208 agradável de
usar no trânsito urbano e ágil em retomadas

 

O ponto alto desse motor é sua pronta resposta em baixas rotações — 86% do torque estão disponíveis a 2.000 rpm —, que torna o 208 agradável de usar no trânsito urbano e relativamente ágil em retomadas. Levá-lo a giros mais altos (o limite é de 6.400 rpm) não traz grande aumento de potência e resulta em vibrações e ruídos acima do esperado, bem notados de 4.500 em diante. Parece ter havido perda nesse aspecto em relação ao antigo 1,4. Em contrapartida, mostrou-se moderado em consumo e trabalha em rotação adequada em rodovia, como 3.500 rpm a 120 km/h em quinta marcha. Ao contrário do 1,6, a versão mantém o tanque auxiliar de gasolina para partida a frio.

Usar o câmbio do pequeno Peugeot poderia ser mais prazeroso com engates mais macios, embora sejam precisos. Como habitual na marca, aplicar a marcha à ré é tão simples como colocar uma sexta. Destaque é a assistência elétrica de direção, que a deixa bastante leve em manobras e com o devido peso em alta velocidade. Os freios são adequados e revelam assistência bem calibrada, mas poderiam usar discos ventilados, que ficam restritos ao 1,6.

 

Peugeot 208 Allure
Peugeot 208 Allure

 
O motor de 89/93 cv deriva do 1,4 usado pelo antigo 207 e leva o Allure com
disposição e consumo moderado, embora o nível de vibração esteja maior

 

Bom também o acerto da suspensão, que concilia um rodar confortável a uma estabilidade segura. Os pneus de perfil mais alto que no Griffe (195/60 R 15, Pirelli Cinturato P1 no avaliado, em vez de 195/55 R 16) melhoram a absorção de irregularidades, que poderia ser ainda melhor com pressão de pneus mais baixa, mas já supera grande parte da concorrência. De modo geral os movimentos são bem controlados pelos amortecedores que, se poderiam ser mais firmes no começo do curso (como se nota ao acelerar e frear com rapidez), não incomodam.

 

 

Embora R$ 49 mil não sejam pouco dinheiro para um carro pequeno, o que mais agrada no 208 Allure é o equilíbrio do conjunto. Não impressiona pelo desempenho, mas tem agilidade bem superior à de modelos de 1,0 litro; sem ser luxuoso, traz bons equipamentos de conforto, conveniência e segurança; e atende às expectativas em quase todos os aspectos — com o adicional de um desenho muito agradável. Como dizia um antigo comercial, um ótimo segundo carro, mesmo para quem não tiver o primeiro.

 

Ficha técnica

Motor
Posição transversal
Cilindros 4 em linha
Comando de válvulas no cabeçote
Válvulas por cilindro 2
Diâmetro e curso 75 x 82 mm
Cilindrada 1.449 cm³
Taxa de compressão 12,5:1
Alimentação injeção multiponto sequencial
Potência máxima (gas./álc.) 89/93 cv a 5.500 rpm
Torque máximo (gas./álc.) 13,5/14,2 m.kgf a 3.000 rpm
Transmissão
Tipo de câmbio e marchas manual, 5
Tração dianteira
Freios
Dianteiros a disco
Traseiros a tambor
Antitravamento (ABS) sim
Direção
Sistema pinhão e cremalheira
Assistência elétrica
Suspensão
Dianteira independente, McPherson, mola helicoidal
Traseira eixo de torção, mola helicoidal
Rodas
Dimensões 6 x 15 pol
Pneus 195/60 R 15
Dimensões
Comprimento 3,966 m
Largura 1,702 m
Altura 1,472 m
Entre-eixos 2,541 m
Capacidades e peso
Tanque de combustível 55 l
Compartimento de bagagem 285 l
Peso em ordem de marcha 1.086 kg
Desempenho e consumo (gas./álc.)
Velocidade máxima 177/181 km/h
Aceleração de 0 a 100 km/h 11,7/10,9 s
Consumo em cidade 11,6/8,0 km/l
Consumo em rodovia 14,3/9,6 km/l
Dados do fabricante; consumo conforme padrões do Inmetro