Q7, Range Rover e XC90: valem quanto pesam?

Q7
Q7
Range Rover
Range Rover
XC90
XC90

 

Com os opcionais do avaliado, o preço do Audi fica próximo ao do Volvo; o Range Rover, mesmo sem acréscimo de equipamentos, é cerca de R$ 110 mil mais caro

 

Preços

Q7 Range Rover XC90
Sem opcionais R$ 416.990 R$ 590.950 R$ 479.950
Como avaliado R$ 475.490 R$ 590.950 R$ 479.950
Completo R$ 521.890 R$ 614.434 R$ 479.950
Preços sugeridos em 26/10/17; menores preços em destaque; consulte os sites: Q7, Range Rover, XC90

 

Custo-benefício

O preço básico do Q7 é bem mais atraente: R$ 417 mil, vantagem de R$ 63 mil sobre o XC90 e de R$ 174 mil (!) sobre o Vogue. Nosso Audi trazia R$ 58,5 mil em opcionais: pacote com controlador de distância, assistente de faixa e condução semiautônoma (R$ 13 mil); monitor de ponto cego ao dirigir e para a saída dos passageiros e monitor de colisão traseira (R$ 7,5 mil); bancos suplementares (R$ 11 mil) e pacote com rodas traseiras esterçantes, projeção de informações no para-brisa e câmera infravermelha (R$ 27 mil). Desses itens, o primeiro pacote deixa-o mais próximo do Volvo e o último inclui a projeção que os adversários têm de série.

Range Rover e Volvo vêm ainda com suspensão a ar e controle eletrônico, que adicionaria R$ 20 mil ao Audi e não equipava o avaliado. Este oferece também um pacote visual com acabamento preto, rodas de 21 pol e faróis de leds (R$ 24 mil). Com todas as opções o alemão passaria de R$ 520 mil.

 

 

É muito? Em termos. Por R$ 591 mil o Vogue parece espartano diante dos concorrentes: não tem controlador de distância, acionamento elétrico da tampa traseira ou um sistema de áudio à altura. Os dois primeiros itens requerem passar à versão SE, na qual ainda são pagos à parte, e o terceiro (com 1.700 watts) adiciona R$ 19,6 mil. Mesmo com recursos adicionais para uso fora de estrada, como seletor de terrenos e reduzida, o preço do Black sem opcionais é injustificável pelo que ele oferece.

Por sua vez, o XC90 em pacote fechado de R$ 480 mil traz condução semiautônoma, câmeras de 360 graus e tampa elétrica (como o Q7), suspensão a ar (como o Vogue), assistente de estacionamento (único no grupo) e um sistema de áudio excepcional. O que ele fica devendo ao Audi de preço próximo são sete lugares e câmera infravermelha. Portanto, sua relação entre conteúdo e preço é muito interessante.

 

Q7
Q7
Range Rover
Range Rover
XC90
XC90

 

O prestígio das marcas explica em parte os preços ao redor de meio milhão, mas dois deles oferecem bem mais atributos e ainda custam menos que o outro

 

Analisados os equipamentos, vejamos os demais atributos. Embora as notas em geral espelhem a excelência dos três produtos — mesmo que analisados com alta exigência —, alguns pontos altos e baixos sobressaem. O Audi foi o melhor em instrumentos, espaço interno (por oferecer sete lugares, uma vez que o conforto nos outros cinco é equivalente) e direção, e o Volvo, em posição de dirigir, itens de conveniência e motor. O Range Rover não conseguiu deixar os oponentes para trás em nenhum quesito. Por outro lado, coube ao Q7 a pior nota em suspensão, ao Vogue em itens de conveniência, desempenho e estabilidade, e ao XC90 em consumo e transmissão.

Sem considerar preços, chega-se ao fim da comparação com dois adversários muito fortes: o Audi e o Volvo. Ambos estão à frente do Range Rover em comodidades internas, desempenho e comportamento dinâmico. Para ser competitivo, o inglês precisaria custar menos que os rivais. Como na verdade é pelo menos R$ 110 mil mais caro, leva nota bem mais baixa em custo-benefício e — que nos perdoe a rainha — garante o último lugar no confronto.

 

Q7 e XC90 são adversários muito fortes: inferior em comodidades internas, desempenho e comportamento dinâmico, o Vogue precisaria custar menos que os rivais

 

Terminamos com um duelo entre Alemanha e Suécia. Um tem dois lugares a mais, um tempero mais esportivo, vai bem mais longe sem abastecer e sai mais barato em combustível. O outro é ainda mais rápido, roda mais macio e chega ao maior limite de velocidade do País (120 km/h) sem que o motorista precise dirigir… por mais prazerosa que seja essa tarefa ao volante desses carros.

Qual escolher? Com apenas um ponto a favor do Q7 na decisão das notas, resta a decisão pessoal por alguma das pequenas vantagens de cada um ou pela simpatia a cada marca e modelo. Qualquer dos dois que ganhe a vaga em sua garagem, a satisfação será garantida.

Mais Avaliações

 

 

Nossas notas

Q7 Range Rover XC90
Estilo 4 4 4
Acabamento 5 5 5
Posição de dirigir 4 4 5
Instrumentos 5 4 4
Itens de conveniência 4 3 5
Espaço interno 5 4 4
Porta-malas 5 5 5
Motor 4 4 5
Desempenho 5 4 5
Consumo 5 5 4
Transmissão 5 5 4
Freios 5 5 5
Direção 5 4 4
Suspensão 4 5 5
Estabilidade 5 4 5
Visibilidade 5 5 5
Segurança passiva 5 5 5
Custo-benefício 4 2 4
Média 4,67 4,28 4,61
Posição 1º. 3º. 2º.
As notas vão de 1 a 5, sendo 5 a melhor; conheça nossa metodologia

 

Teste do Leitor: opinião dos proprietários

Q7 Range Rover XC90
Envie sua opinião sobre o carro que possui