Equinox, Compass, Sportage e 3008: SUVs de R$ 150 mil

Mais espaço e potência, melhor conteúdo ou menor preço? Compare quatro utilitários esporte e encontre seu ideal

Texto e fotos: Fabrício Samahá

 

Existem carros que chegam para sacudir um segmento: da noite para o dia, os concorrentes se tornam caros demais ou atraentes de menos, porque o novo adversário impõe um padrão de relação custo-benefício.

Parece ter sido assim com o Jeep Compass. Lançado no fim de 2016, ele é fabricado em Goiana, PE, e por isso não recolhe o Imposto de Importação de 35% que penaliza competidores como Honda CR-V, Kia Sportage e Toyota RAV4. É um projeto moderno, ao contrário do também nacional Hyundai IX35. E, como poucos modelos da classe, tem versão a diesel com tração nas quatro rodas, que o Best Cars avaliou.

 

 

Chevrolet Equinox Premier Jeep Compass Limited Kia Sportage EX Peugeot 3008 Griffe
4,66 m 4,42 m 4,48 m 4,45 m
2,0 litros, turbo 2,0 litros 2,0 litros 1,6 litro, turbo
262 cv 159/166 cv 156/167 cv 165 cv
R$ 155.990 R$ 155.190 R$ 137.990 R$ 145.990
Potência com gasolina/álcool (Compass e Sportage); preços sugeridos para os carros avaliados, em mar/18, com possíveis opcionais

 

 

Mas o Compass não ficou sossegado por muito tempo. Em junho do ano passado a Peugeot trazia o novo 3008, agora um utilitário esporte (antes, uma minivan com ar “aventureiro”), com motor turboalimentado e desenho atraente. E a General Motors respondia em outubro com o Equinox importado do México.

Tal como aconteceu com o Jeep, o lançamento da Chevrolet balançou os alicerces da categoria — a começar pelo fato de que não pertence a ela. Isso mesmo: pelos critérios da Eleição dos Melhores Carros, o Equinox é um SUV médio como o Ford Edge e o Hyundai Santa Fe, enquanto Compass e 3008 são compactos. O carro da GM é também muito mais potente. No entanto, sua faixa de preços o coloca como desafiante da categoria abaixo.

É natural que o interessado em um SUV na faixa de R$ 150 mil tenha dúvidas. Para saná-las, o Best Cars opôs em um teste comparativo Equinox Premier, Compass Limited, Sportage EX e 3008 Griffe, todos com motor a gasolina ou flexível em combustível.

 

Quatro opções com preços próximos e a mesma proposta de uso, três delas com porte e potência semelhantes: vamos descobrir a melhor para você?

 

São modelos similares em proposta de uso: utilitários esporte adequados ao transporte familiar e a incursões fora de estrada leves. Como sabemos, em porte o Equinox se distingue, com 17 centímetros a mais em comprimento e 5 cm em distância entre eixos que o rival mais próximo. Entre os outros três as diferenças são bem menores: até 7 e 4 cm, na ordem.

Em potência o Chevrolet fica, outra vez, em outro patamar: 262 cv no motor turbo a gasolina de 2,0 litros, ante 165 cv no turbo a gasolina de 1,6 litro do Peugeot, 159 cv (gasolina) ou 166 cv (álcool) no aspirado de 2,0 litros do Jeep e 156/167 cv no de mesmas características do Kia. Todos têm transmissão automática (de nove marchas no Equinox e seis nos demais) e tração dianteira como padrão; só a do Chevrolet pode atuar como integral.

 

 

Apesar das diferenças, o carro da GM é competitivo em preço: o Premier custa R$ 156 mil ante R$ 155,2 mil do Compass com os opcionais da unidade avaliada (parte de R$ 137 mil), R$ 146 mil do 3008 e R$ 138 mil do Sportage. Oferecem versões mais em conta com o mesmo motor a Chevrolet (LT por R$ 137,5 mil), a Jeep (Sport por R$ 110 mil, Longitude por R$ 119 mil e Night Eagle por R$ 123 mil) e a Kia (LX por R$ 113 mil). Na Peugeot a alternativa é a Griffe Pack, superior (R$ 155 mil).

Os quatro “Ps” que definem nossos comparativos exigiram maior tolerância dessa vez, mas não importa: o que todos queremos saber é qual oferece mais pelo dinheiro que custam. Saberemos nas próximas páginas.

Próxima parte