Sedãs: novo VW Jetta diante de Cruze, Civic e Corolla

Sem a versão Altis em produção, o Corolla é o mais barato como avaliado; embora o Cruze básico tenha menor preço, ele encarece muito com o pacote de opcionais

 

Preços

Cruze Civic Corolla Jetta
Sem opcionais R$ 108.990 R$ 128.900 R$ 111.990 R$ 119.990
Como avaliado R$ 120.490 R$ 128.900 R$ 111.990 R$ 124.980
Completo R$ 122.140 R$ 130.400 R$ 113.490 R$ 126.560
Preços sugeridos em 25/7/19; menores preços em destaque; consulte os sites: Cruze | Civic | Corolla | Jetta

 

Custo-benefício

Ao preço sugerido de R$ 112 mil o Corolla é o mais barato do grupo, como comentado, por não estar mais disponível na versão de topo Altis. O Cruze começa com o menor valor, mas o avaliado contava com um pacote opcional de R$ 11.500, formato por assistentes de estacionamento, de faixa e de farol, alertas de distância frontal e de ponto cego, banco do motorista com ajuste elétrico e carregador de celular por indução. Custava assim R$ 120,5 mil, mas é verdade que sem tais itens ele não faria feito diante dos demais. No Jetta, a adição de teto solar (que só o Civic também tem) o leva a R$ 125 mil, menos caro apenas que o Honda, de preço fixo em R$ 128,9 mil.

 

 

Na comparação dos principais conteúdos, aparecem em destaque o Chevrolet pelo pacote citado e o Volkswagen pelo controlador de distância à frente. Cabe mencionar ainda o ajuste elétrico do banco no Cruze e no Civic, este único a ter câmera à direita, mas o carro da GM fica em desvantagem nos faróis. O Corolla justifica o menor preço por ser claramente o mais espartano.

 

O Toyota é mediano sem empolgar; o Chevrolet e o Volkswagen têm pontos fortes e certas limitações; o Honda termina o comparativo com o melhor conjunto

 

A comparação item por item (veja as notas abaixo) permite apontar os destaques e limitações de cada sedã. O Cruze é bem-equipado e tem bom desempenho, mas poderia consumir menos e ter maior espaço de bagagem. Pelo que oferece e o que custa, perde em relação custo-benefício. O Corolla, embora leve vantagem em preço, é um carro apenas mediano em todos os quesitos, incapaz de empolgar em qualquer aspecto. Eles dividem o terceiro lugar.

 

 

Compensa pagar mais pelo Jetta? Sim, com ressalvas: ele é forte em conveniências, porta-malas e conforto da suspensão, ainda que fraco em estabilidade. E o Civic, justifica seu preço ainda mais alto? Resposta positiva. É o melhor em desempenho, consumo e comportamento dinâmico, além de bem posicionado em conveniências e porta-malas. A maior média de notas confirma que, se o bolso puder pagar, é esse o carro que garante mais sorrisos por quilômetro.

Mais Avaliações

 

Nossas notas

Cruze Civic Corolla Jetta
Estilo 4 4 3 4
Acabamento 4 4 4 4
Posição de dirigir 4 4 3 4
Instrumentos 4 5 4 5
Itens de conveniência 5 4 3 5
Espaço interno 4 4 4 4
Porta-malas 3 5 4 5
Motor 4 5 4 4
Desempenho 4 5 3 4
Consumo 3 5 4 4
Transmissão 3 4 4 3
Freios 4 4 4 4
Direção 4 4 4 4
Suspensão 4 5 4 5
Estabilidade 4 5 4 3
Visibilidade 3 4 4 4
Segurança passiva 5 5 5 5
Custo-benefício 3 4 4 4
Média 3,83 4,44 3,83 4,17
Posição 3°. 1º. 3º. 2º.
As notas vão de 1 a 5, sendo 5 a melhor; conheça nossa metodologia

 

Teste do Leitor: opinião dos proprietários

Cruze Civic Corolla Jetta
Envie sua opinião sobre o carro que possui