Ecosport vs. 2008: aventura e descanso ao pé esquerdo

São carros de desempenho regular no asfalto, mas se prestam também ao uso na terra

 

Desempenho e consumo

O Ecosport tem mais potência e duas marchas adicionais, e o 2008, menos peso e um pouco mais de torque: como isso se traduz em termos de desempenho e economia de combustível?

Nossas medições apontaram melhores acelerações para o Ford por pequena margem, como 0 a 100 km/h em 12 segundos ante 13,1 s do rival. São marcas modestas, típicas de carros sem pretensões esportivas e que fazem esperar certa lentidão em condições severas, como subidas com carro carregado e ar-condicionado ligado (não usamos o aparelho nas provas). Embora a transmissão de seis marchas favoreça o Ecosport nesse quesito, ambos estão adequados quanto aos pontos de trocas automáticas em modo manual, entre 6.500 e 6.700 rpm nesse modelo e de 5.800 a 6.200 rpm no 2008, de acordo com a marcha: há alguma reserva de rotações acima daquela da potência máxima, que é de 6.500 e 5.800 rpm, na ordem.

Em retomadas deu Ford na prova iniciada a 80 km/h, mas o Peugeot venceu nas que começam a 60 km/h. Tudo indica que as relações de marcha do modelo da francesa, associadas a sua curva de torque, estavam mais favoráveis para ganhar velocidade nessa faixa, enquanto as do rival o beneficiaram quando partiu de velocidade mais alta.

Não ficou dúvida sobre a vantagem do Ecosport em economia: nos três percursos de medição ele rodou de 11% a 19% mais que o 2008 com o mesmo litro de álcool. Além de diferenças entre os motores, pode-se atribuir parte do ganho à transmissão automatizada, que impõe menos perdas de energia que a automática tradicional (e de apenas quatro marchas) do concorrente. Com isso, sua autonomia é superior mesmo com o tanque de menor capacidade.

 

 

  Ecosport 2008
Aceleração
0 a 100 km/h 12,0 s 13,1 s
0 a 120 km/h 17,1 s 18,0 s
0 a 400 m 18,3 s 19,7 s
Retomada
60 a 100 km/h* 8,2 s 7,9 s
60 a 120 km/h* 14,4 s 13,6 s
80 a 120 km/h* 10,2 s 11,8 s
Consumo
Trajeto leve em cidade 10,4 km/l 9,3 km/l
Trajeto exigente em cidade 5,7 km/l 4,8 km/l
Trajeto em rodovia 9,9 km/l 8,9 km/l
Autonomia
Trajeto leve em cidade 487 km 460 km
Trajeto exigente em cidade 267 km 238 km
Trajeto em rodovia 463 km 441 km
Testes efetuados com álcool; *com reduções automáticas; melhores resultados em negrito; conheça nossos métodos de medição

 

Dados dos fabricantes

Ecosport 2008
Velocidade máxima ND 171/177 km/h
Aceleração de 0 a 100 km/h 11,8 s 13,2/11,9 s
Consumo em cidade 10,2/7,2 km/l 9,4/6,8 km/l
Consumo em rodovia 12,1/8,3 km/l 11,0/7,9 km/l
Gasolina/álcool; consumo conforme padrões do Inmetro

 

As plataformas e os motores são compartilhados com outros modelos de cada marca

 

Comentário técnico

• São motores de concepção ainda atual, com algumas vantagens para o Sigma do Ecosport: usa bloco de alumínio (menor peso e maior dissipação de calor que o de ferro fundido, caso da unidade EC5 que equipa o 2008) e variação de tempo de abertura também das válvulas de escapamento (no adversário, apenas as de admissão), este um recurso adotado na linha 2016 do Ford e responsável por seu aumento de potência. Os dois têm correia dentada para levar movimento ao comando de válvulas e sistema de preaquecimento de álcool para partida a frio.

• As duas marchas a mais trazem benefícios ao Ecosport, como menor rotação na última marcha (menos giros favorecem a economia) e menor intervalo entre as relações, o que beneficia as acelerações. São por esses fatores que caixas com seis ou mais marchas têm-se tornado frequentes, enquanto as de quatro marchas resistem em poucos modelos, em geral em mercados menos desenvolvidos.

• Ambos os modelos baseiam-se em plataformas versáteis, que atendem tanto a hatches pequenos (Ka, Fiesta e 208) quanto a estes utilitários esporte e, no caso da linha Ford, também aos sedãs Ka+ e Fiesta e à minivan B-Max vendida em outros mercados. A distância entre eixos do Ecosport é maior que a de Ka e Fiesta em 3 cm, enquanto o 2008 preserva a do 208. Para o modelo nacional a Peugeot elevou a altura de rodagem em 1 cm.

 

Ficha técnica

Ecosport 2008
Motor
Posição transversal
Cilindros 4 em linha
Material do bloco/cabeçote alumínio ferro fundido/alumínio
Comando de válvulas duplo no cabeçote
Válvulas por cilindro 4, variação de tempo
Diâmetro e curso 79 x 81,4 mm 78,5 x 82 mm
Cilindrada 1.596 cm³ 1.587 cm³
Taxa de compressão 12:1 12,5:1
Alimentação injeção multiponto sequencial
Potência máxima (gas./álc.) 126/131 cv a 6.500 rpm 115 cv a 6.000 rpm/122 cv a 5.800 rpm
Torque máximo (gas./álc.) 15,4 m.kgf a 4.250 rpm/16,1 m.kgf a 5.000 rpm 15,5/16,4 m.kgf a 4.000 rpm
Potência específica (gas./álc.)
Transmissão
Tipo de caixa e marchas automatizada de dupla embreagem, 6 automática, 4
Relação e velocidade por 1.000 rpm
1ª. 3,92 / 7 km/h ND
2ª. 2,43 / 11 km/h ND
3ª. 1,44 / 17 km/h ND
4ª. 1,02 / 24 km/h ND
5ª. 0,87 / 31 km/h NA
6ª. 0,70 / 38 km/h NA
Relação de diferencial 4,58 e 5,12* ND
Regime a 120 km/h 3.100 rpm (6ª.) ND
Regime à vel. máx. informada ND
Tração dianteira
* a segunda relação aplica-se apenas a 3ª. e 4ª. marchas
Freios
Dianteiros a disco ventilado (ø ND) a disco ventilado (283 mm ø)
Traseiros a tambor (ø ND) a disco (249 mm ø)
Antitravamento (ABS) sim
Direção
Sistema pinhão e cremalheira
Assistência elétrica
Diâmetro de giro ND 10,4 m
Suspensão
Dianteira independente, McPherson, mola helicoidal
Traseira eixo de torção, mola helicoidal
Estabilizador(es) dianteiro e traseiro
Rodas
Dimensões 6 x 16 pol
Pneus 205/60 R 16
Dimensões
Comprimento 4,241 m 4,159 m
Largura 1,765 m 1,739 m
Altura 1,696 m 1,583 m
Entre-eixos 2,521 m 2,542 m
Bitola dianteira ND
Bitola traseira ND
Coeficiente aerodinâmico (Cx) ND 0,35
Capacidades e peso
Tanque de combustível 52 l 55 l
Compartimento de bagagem 362 l 355 l
Peso em ordem de marcha 1.274 kg 1.236 kg
Peso-potência (gas./álc.) 10,1/9,7 kg/cv 10,7/10,1 kg/cv
Garantia
Prazo 3 anos sem limite de quilometragem
Carros avaliados
Ano-modelo 2016
Pneus Pirelli Scorpion ATR Goodyear Efficient Grip SUV
Quilometragem inicial 1.000 km 11.000 km
Dados dos fabricantes; ND = não disponível
Próxima parte