Desafio: Fiat Argo e VW Polo com motor 1,0-litro

Instrumentos incluem computador de bordo; câmera traseira e para-brisa degradê vêm só no Argo; integração a celular e luz no para-sol são exclusivos do Polo

 

Desempenho
Os motores de três cilindros são projetos atuais e com vários recursos pela eficiência. Com quatro válvulas por cilindro, o do Polo tem maior potência (mais 3 cv com gasolina ou 7 cv com álcool), embora com menos torque. Contudo, mesmo com peso superior, o do Argo trouxe melhor desempenho na pista: de 0 a 100 km/h em 1,6 segundo a menos (veja tabela nesta página).

No uso prático os dois são modestos, mas o baixo nível de ruído permite explorar melhor o Volkswagen sem incômodo. No Fiat o som em baixa rotação é desagradável e o escasso isolamento deixa passar muito ruído ao interior. As oscilações típicas dos três-cilindros são notadas abaixo de 2.000 rpm e em altos giros, mas não na faixa média, mais usada no dia a dia. O comando da caixa manual do Polo, muito leve e preciso, é superior. Argo, nota 3; Polo, nota 3

 

Motor de quatro válvulas por cilindro do VW é mais potente, mas o Fiat acelera e retoma melhor; consumo mais baixo e ruído mais agradável favorecem o Polo

 

Consumo
O Argo tem melhor consumo declarado, mas nossos testes indicaram mais eficiência no Polo. Ambos foram mais econômicos no trajeto urbano leve que em rodovia, pois nesta os motores são mais exigidos pela velocidade e o uso de ar-condicionado. Argo, nota 4; Polo, nota 5

 

Se o Argo teve melhor desempenho na pista, no uso prático os dois são modestos, mas o baixo nível de ruído permite explorar melhor o motor do Polo

 

Comportamento dinâmico
O conforto da suspensão dos dois surpreende: são macios em irregularidades, ajudados pelos pneus de perfil mais alto que em outras versões. A favor do Polo estão o melhor comportamento em curvas, em parte pelos pneus mais largos em carro mais leve, e os freios com discos ventilados na frente, melhores em uso severo. Controle eletrônico de estabilidade pode vir nos dois, mas os testados não tinham. A direção tem assistência bem acertada em ambos. Argo, nota 3; Polo, nota 4

Segurança passiva
O Polo oferece bolsas infláveis laterais, ao contrário do Argo. De resto, equilíbrio: ambos vêm com cintos de três pontos e encostos de cabeça para cinco pessoas e fixação Isofix para cadeira infantil. Argo, nota 3; Polo, nota 4

 

Conforto ao rodar é muito bom nos dois, mas Polo tem mais estabilidade, melhor comando de caixa e bolsas infláveis laterais; cintos de três pontos equipam ambos

 

Custo-benefício
O Argo Drive começa um pouco mais barato, mas cobra à parte por itens como controle elétrico de vidros traseiros e rádio, de série no Polo MPI. O Volkswagen vem ainda com bolsas infláveis laterais e oferece rodas de alumínio, não disponíveis no rival, mas só no Fiat existe câmera traseira. Como testados, eles têm preços parecidos, sendo o Polo apenas R$ 540 mais barato.

 

 

Se para o bolso não faz diferença, qual escolher? O Polo, se as prioridades são economia, estabilidade e segurança passiva, ou o Argo, se desempenho, acabamento e conveniências são mais importantes para você. De qualquer forma, esteja ciente de que são carros pouco potentes: para uso em rodovias, vale a pena pagar mais pelas versões 1,3 do Fiat e 1,6 do Volkswagen, que já avaliamos. Argo, nota 3; Polo, nota 4

Mais Avaliações

 

Resultado

Argo Polo
Média 3,3 3,6
Posição 2°. 1°.
As notas vão de 1 a 5, sendo 5 a melhor

 

Desempenho e consumo

Argo Polo
Aceleração
0 a 100 km/h 15,2 s 16,8 s
0 a 120 km/h 23,9 s 26,7 s
0 a 400 m 19,8 s 20,6 s
Retomada
60 a 100 km/h (3ª.) 8,9 s 10,1 s
60 a 100 km/h (4ª.) 12,5 s 15,0 s
60 a 120 km/h (4ª.) 21,4 s 27,2 s
80 a 120 km/h (4ª.) 15,0 s 19,4 s
80 a 120 km/h (5ª.) 19,7 s 25,2 s
Consumo
Trajeto leve em cidade 15,8 km/l 16,7 km/l
Trajeto exigente em cidade 8,6 km/l 9,3 km/l
Trajeto em rodovia 13,9 km/l 14,9 km/l
Testes com gasolina; melhores resultados em destaque; os carros não atingem 120 km/h em 3ª marcha; conheça nossos métodos de medição

 

 

Ficha técnica

Argo Polo
Motor
Posição transversal transversal
Cilindros 3 em linha 3 em linha
Comando de válvulas no cabeçote duplo no cabeçote
Válvulas por cilindro 2, variação de tempo 4, variação de tempo
Diâmetro e curso 70 x 86,5 mm 74,5 x 76,4 mm
Cilindrada 999 cm³ 999 cm³
Taxa de compressão 13,2:1 11,5:1
Alimentação injeção multiponto sequencial injeção multiponto sequencial
Potência máxima (gas./álc.) 72 cv a 6.000 rpm/ 77 cv a 6.250 rpm 75 cv a 6.250 rpm/84 cv a 6.350 rpm
Torque máximo (gas./álc.) 10,4/10,9 m.kgf a 3.250 rpm 9,7/10,4 m.kgf a 3.000 rpm
Transmissão
Tipo de caixa e marchas manual, 5 manual, 5
Tração dianteira dianteira
Freios
Dianteiros a disco a disco ventilado
Traseiros a tambor a tambor
Antitravamento (ABS) sim sim
Direção
Sistema pinhão e cremalheira pinhão e cremalheira
Assistência elétrica elétrica
Suspensão
Dianteira independente, McPherson, mola helicoidal independente, McPherson, mola helicoidal
Traseira eixo de torção, mola helicoidal eixo de torção, mola helicoidal
Rodas
Dimensões 5,5 x 14 pol 5,5 x 15 pol
Pneus 175/65 R 14 185/65 R 15
Dimensões
Comprimento 3,998 m 4,057 m
Largura 1,724 m 1,751 m
Altura 1,50 m 1,468 m
Entre-eixos 2,521 m 2,565 m
Capacidades e peso
Tanque de combustível 48 l 52 l
Compartimento de bagagem 300 l 300 l
Peso em ordem de marcha 1.105 kg 1.058 kg
Desempenho e consumo (gas./álc.)
Velocidade máxima 157/162 km/h 166/170 km/h
Aceleração de 0 a 100 km/h 14,4/13,4 s 13,3/13,0 s
Consumo em cidade 13,0/9,1 km/l 12,9/8,8 km/l
Consumo em rodovia 14,7/10,4 km/l 14,3/10,0 km/l
Dados dos fabricantes; consumo conforme padrões do Inmetro