Com 225 cv, Volkswagen Amarok V6 cativa o pé direito

Motor turbodiesel de 3,0 litros e 56,1 m.kgf assume o topo entre as picapes médias: saiba como ele se comporta

Texto: Fabrício Samahá e Sérgio Galvão – Fotos: divulgação

 

A Volkswagen começa as entregas da picape Amarok com motor V6 turbodiesel de 3,0 litros, que entrou em pré-venda em dezembro, e aproveita para convidar a imprensa a dirigir a versão. A unidade de seis cilindros está disponível apenas no acabamento Highline com cabine dupla, tração integral permanente e transmissão automática de oito marchas, ao preço sugerido de R$ 185 mil (veja os equipamentos no quadro abaixo).

Trata-se da picape média mais potente do mercado atual: com 225 cv, perde por pouco para a extinta Dodge Dakota R/T com motor V8 a gasolina de 5,2 litros e 232 cv. As concorrentes a diesel vão até 200 cv (Chevrolet S10 e Ford Ranger); com motor flexível existe ainda a S10 de 2,5 litros (206 cv com álcool). É um ganho expressivo sobre os 180 cv da Amarok de quatro cilindros e 2,0 litros. Os dados de desempenho anunciados estão mais para sedã esportivo que para picape, como aceleração de 0 a 100 km/h em 8 segundos.

 

A versão Highline V6 custa R$ 185 mil; logotipos são uma das poucas diferenças externas; rodas de 19 pol das fotos são o único opcional disponível

 

Se o que mais importa no uso de uma picape é torque, a VW também se sai bem: os 56,1 m.kgf constantes de 1.500 a 2.500 rpm superam por boa margem os 51 m.kgf da S10, até então a líder, e deixam longe a Amarok de 2,0 litros (42,8 m.kgf). O motor usa turbina de geometria variável e circuitos separados de arrefecimento para o cabeçote e o bloco. O acionamento das árvores de comando de válvulas é feito por corrente, isenta de manutenção — solução mais apropriada ao tipo de veículo que a correia dentada do motor de 2,0 litros. A velocidade máxima é de 190 km/h. A mudança implicou aumento de peso em 149 kg para 2.185 kg.

 

 

Se no mercado europeu o quatro-cilindros deu lugar ao V6 em três níveis de potência (163, 204 e 225 cv), no Brasil a picape mantém a opção do 2,0-litros nas versões inferiores. A Amarok S (com cabine simples ou dupla) tem um só turbocompressor, 140 cv e torque de 34,7 m.kgf, com caixa manual de seis marchas, enquanto SE, Trendline e Highline recebem dois turbos para 180 cv e torque de 40,8 m.kgf (SE manual) ou 42,8 m.kgf (nas três versões com caixa automática).

Por fora, poucos itens diferenciam a V6: retrovisores em preto e os logotipos na grade e na tampa da caçamba. As rodas de série são de 18 polegadas com pneus 255/60, mas há opção pelas de 19 pol com 255/55. O interior também segue o da Highline de quatro cilindros, atualizada para 2017. Há ajuste elétrico para os bancos e sistemas de áudio Discover Media com  integração a telefone celular e navegador. A tela de toque de 6,3 pol serve também ao mostrador dos sensores de estacionamento, da câmera traseira de manobras e indicadores fora de estrada (bússola, ângulo de direção das rodas e altímetro).

 

Interior renovado para 2017 permanece; áudio com tela de 6,3 pol, ajustes elétricos dos bancos e modo Off-Road para os freios ABS compõem o conteúdo

 

No restante da mecânica, uma novidade é a aplicação de freios a disco na traseira (únicos na categoria), com cobertura interna para evitar o acúmulo de sujeira em uso fora de estrada. Tambores são comumente usados nesse eixo de picapes por seu maior torque de frenagem, ideal para transporte de carga, mas nesse caso falou mais alto a resistência ao superaquecimento dos discos. Já existente antes, o sistema de frenagem pós-colisão aciona automaticamente os freios em caso de acidente para reduzir a energia cinética residual, o que pode evitar nova colisão.

 

A fartura e potência e torque é o grande destaque: preste atenção no uso do acelerador, porque ela desenvolve velocidade rapidamente e 120 km/h parece estar parada

 

O pacote de segurança ativa e passiva, aliás, é dos mais generosos. A V6 tem controle eletrônico de estabilidade e tração, controlador de velocidade em descida, assistência adicional em frenagem de emergência, indicador de pressão dos pneus (direto) com alerta para perda de pressão, bolsas infláveis laterais com proteção também da cabeça dos ocupantes dianteiros e fixação Isofix para cadeira infantil.

 

Ao volante da Amarok V6

A avaliação pela imprensa deu-se em trajeto aproximado de 110 quilômetros entre o Campo de Marte, em São Paulo, SP, e o Haras Tuiuti, na cidade homônima do interior. No uso em cidade a picape mostrou-se muito silenciosa, com ótimo isolamento acústico — não deixa passar o ruído do motor para o interior, o que elimina um conhecido inconveniente do diesel. Ao passar por valetas e lombadas, mesmo vazia, o bom acerto de suspensão torna a Amarok relativamente confortável.

 

Motor usa corrente para os comandos e turbina de geometria variável; desempenho ficou excelente em qualquer condição; freios traseiros agora são a disco

 

A fartura e potência e torque, claro, é o grande destaque. Recomenda-se prestar atenção no uso do acelerador, porque ela desenvolve velocidade rapidamente. Em rodovia — no caso, a maior parte do trecho feito pela Bandeirantes — seu desempenho foi exemplar. Não há dificuldade em realizar ultrapassagens, mesmo em subidas, ou em obter acelerações e retomadas consistentes. Ao andar a 120 km/h, parece que está parada. A calibração da caixa automática atende bem às necessidades, com trocas macias. Na estrada que leva ao Haras, em velocidade média de 60 km/h, uma ave atravessou à frente e exigiu pisar nos freios de maneira forte. Eles responderam prontamente, com grande dissipação de velocidade, e a ave seguiu seu caminho.

 

 

Embora picapes e velocidade não se combinem, potência e torque adicionais são bem-vindos em um veículo apto a transportar uma tonelada de carga e a tracionar reboques. Assim, é válida a iniciativa da Volkswagen de oferecer a primeira picape média com motor turbodiesel de seis cilindros no País.

 

Equipamentos e preço

Monitor de pressão de pneus e mostradores para uso fora de estrada na tela

• Amarok Highline V6 (R$ 185 mil) – Ajuste elétrico dos bancos dianteiros, ar-condicionado automático de duas zonas, assistência em frenagem de emergência, bloqueio mecânico do diferencial traseiro, bolsas infláveis laterais dianteiras, câmera traseira de manobras, computador de bordo, controlador de velocidade, controle automático de descida, controle elétrico de vidros, travas e retrovisores, controle eletrônico de estabilidade e tração, faróis de neblina, faróis e limpador de para-brisa automáticos, faróis bixenônio com luz de condução diurna em leds, fixações Isofix de cadeiras infantis, freios antitravamento (ABS) com função Off-Road, monitor de pressão dos pneus, navegador, rebatimento elétrico dos retrovisores externos, retrovisor interno fotocrômico, rodas de alumínio de 18 pol, sensores de estacionamento dianteiros e traseiros, sistema de áudio Discover Media com integração a telefone e tela de 6,3 pol, sistema de frenagem automática pós-colisão, volante de couro com comandos de áudio e mudanças de marcha.

• Opcionais: rodas de 19 pol.

• Garantia: 3 anos.

 

Ficha técnica

Motor
Posição longitudinal
Cilindros 6 em V
Comando de válvulas duplo nos cabeçotes
Válvulas por cilindro 4
Diâmetro e curso 83 x 91,4 mm
Cilindrada 2.967 cm³
Taxa de compressão 17:1
Alimentação injeção direta, turbocompressor, resfriador de ar
Potência máxima 225 cv a 4.000 rpm
Torque máximo 56,1 m.kgf de 1.500 a 2.500 rpm
Transmissão
Tipo de caixa e marchas automática, 8
Tração integral
Freios
Dianteiros a disco ventilado
Traseiros a disco
Antitravamento (ABS) sim
Direção
Sistema pinhão e cremalheira
Assistência hidráulica
Suspensão
Dianteira independente, braços sobrepostos, mola helicoidal
Traseira eixo rígido, feixes de molas semielípticas
Rodas
Dimensões 7,5 x 18 pol ou 8 x 19 pol
Pneus 255/60 R 18 ou 255/55 R 19
Dimensões
Comprimento 5,254 m
Largura 1,944 m
Altura 1,834 m
Entre-eixos 3,097 m
Capacidades e peso
Tanque de combustível 80 l
Caçamba 1.280 l
Capacidade de carga 1.105 kg
Peso em ordem de marcha 2.185 kg
Desempenho e consumo
Velocidade máxima 190 km/h
Aceleração de 0 a 100 km/h 8,0 s
Consumo em cidade ND
Consumo em rodovia ND
Dados do fabricante; ND = não disponível