Audi Q3 com motor de 1,4 litro: o desafio de encolher

Audi Q3

 

Com alto torque em baixa rotação, versão de menor cilindrada do utilitário esporte mostra sua validade; preço começa em R$ 127,2 mil

Texto: Geraldo Tite Simões – Fotos: divulgação

 

Não é de hoje que a expressão da moda é “eficiência energética”. Conseguir mais (potência e torque) com menos (combustível) é a missão da engenharia dos fabricantes hoje, e foi com essa preocupação que a Audi apresentou no Brasil a linha 2016 do utilitário esporte Q3 com pequenas mudanças no visual, mas grandes novidades na mecânica.

Se antes havia um só motor para o modelo — o turbo de 2,0 litros com escolha entre 170 e 211 cv —, agora a marca oferece a mesma unidade em versões de 180 e 220 cv e o inédito turbo de 1,4 litro com 150 cv. Trata-se do motor conhecido de Audis (A1 e A3, com 122 cv) e Volkswagens (Golf e Golf Variant, com 140 cv), mas recalibrado para maior potência, que só fica atrás dos 185 cv alcançados no A1 com auxílio de compressor.

 

Audi Q3
Audi Q3

 
Se 1,4 litro parece pouco para 1,4 tonelada, o Q3 prova que turbo e um conjunto eficiente compensam a baixa cilindrada: de 0 a 100 bastam 8,9 segundos, afirma a Audi

 

O 1,4 está disponível nos acabamentos Attraction e Ambiente, ambos com tração dianteira; o de 2,0 litros e 180 cv equipa as mesmas versões e o de 220 cv aparece no Q3 de topo, o Ambition — todas as opções dessa cilindrada têm tração integral pelo sistema Haldex, que aciona as rodas traseiras sob demanda. O câmbio automatizado S-Tronic de dupla embreagem equipa todos eles, com seis marchas no 1,4 e sete no 2,0-litros (veja os preços e equipamentos de série no quadro abaixo).

 

Apesar da prioridade à redução de consumo e emissões, que resultou em desempenho discreto, o Q3 de motor menor dá conta do recado

 

Em relação ao primeiro Q3, que chegou ao Brasil há três anos, o modelo 2016 não mudou muito. O que mais chama a atenção é a moldura cromada da grade dianteira, que passa a se ligar aos faróis, mas também foram alterados os elementos internos destes, os para-choques e as lanternas traseiras. O carro mantém bom coeficiente aerodinâmico (Cx) de 0,32. Por dentro não há modificações.

O motor de 1,4 litro tem características modernas como injeção direta e parada/partida automática. O acionamento dos comandos de válvulas usa correia dentada, mais leve e silenciosa que a corrente usada no 2,0-litros — é uma preferência do grupo VW no caso de motores de baixa cilindrada. A Audi também abriu mão da tração integral nessa versão de entrada. No motor maior são usadas injeções direta e indireta, cada uma assumindo seu papel em uma condição de uso.

 

Audi Q3
Audi Q3

 
O interior de bom acabamento não tem novidades; o Q3 de 1,4 litro vem apenas com tração dianteira e mantém o câmbio de dupla embreagem, mas com seis marchas

 

Ao volante

Tivemos acesso ao Q3 em São Paulo em um dia especialmente chuvoso. Começamos pelo Ambiente de 180 cv, que mostra acabamento cuidadoso e conveniências por todos os lados. O banco do motorista tem ajuste elétrico integral e o volante pode ser ajustado em altura e distância; já o do passageiro só tem regulagem elétrica do apoio lombar. A retenção automática (Auto Hold), que mantém o carro parado mesmo quando o motorista tira o pé do freio, no trânsito intenso ajuda bastante a relaxar.

O sistema Drive Select de seleção de modos de condução, bem conhecido na linha Audi, permite quatro opções do ajuste de comportamento do carro: econômico, dinâmico, confortável e automático. De acordo com a seleção as respostas do motor, as mudanças de marcha e a assistência de direção são reguladas com foco no desempenho, na economia ou no conforto. Saímos com o câmbio na posição D e a seleção em Auto, que identifica e ajusta os parâmetros conforme a forma de o motorista dirigir.

Ajustada a velocidade em 120 km/h, a rotação se mantém em 2.100 rpm em sétima marcha. Basta afundar o pé no acelerador que a retomada de velocidade se mostra vigorosa a ponto de colar as costas do motorista no banco. A Audi anuncia aceleração de 0 a 100 km/h em 7,6 segundos e velocidade máxima de 217 km/h, valores que passam a 6,4 s e 233 km/h se for feita a opção pelo motor de 220 cv. Com piso ensopado, tivemos a chance de experimentar o controle de estabilidade nas curvas — e funcionou bem, mesmo quando tentamos forçar uma derrapagem.

 

Audi Q3

 
As conhecidas versões de 2,0 litros, que permanecem com tração integral, ganharam potência: antes com 170 e 211 cv, agora produzem 180 e 220 cv

 

Como se espera em um veículo dessa categoria, os comandos e instrumentos são acessíveis, fáceis de ler e de operar. Conforto é o que não falta, mesmo para os passageiros do banco de trás, com amplo espaço para as pernas, cinto de três pontos e encosto de cabeça para todos os ocupantes, embora o passageiro do meio tenha de driblar o túnel central, inerente à tração nas quatro rodas. O compartimento de bagagem tem capacidade razoável (460 litros) e nessa versão oferece abertura e fechamento elétricos da tampa. É possível regular a altura limite da tampa para que os mais baixos alcancem o botão sem problemas.

 

 

Depois foi a vez de avaliar o Q3 Ambiente com motor 1,4 turbo, que será a versão fabricada no Brasil, ao lado do A3 sedã. Os itens de conforto e acabamento são praticamente os mesmos: a diferença está sob o capô.

A reação inicial de muitos é de ceticismo: como um motor dessa cilindrada pode mover um utilitário esporte — com pneus grandes e ampla área frontal — que pesa 1,4 tonelada com a agilidade esperada de um Audi? Apesar da prioridade à redução de consumo e emissões, que resultou em desempenho discreto, pode-se dizer que o Q3 de motor menor dá conta do recado: vencida a breve hesitação até a turbina “encher”, as respostas são consistentes, mérito de um platô de torque bastante adequado de 25,5 m.kgf entre 1.500 e 3.500 rpm. É um valor mais alto que o alcançado por sedãs grandes de 2,4 e 2,5 litros, como Ford Fusion e Honda Accord, em seus picos de torque a regimes bem mais altos.

 

Audi Q3
Audi Q3

 
Desempenho e comportamento do Q3 de 180 cv são os esperados de um Audi; o Ambiente vem com teto solar panorâmico e comando elétrico da tampa traseira

 

Em comparação com o 2,0-litros é claro que as retomadas de velocidade são mais lentas, mas ainda vigorosas para sua cilindrada. A fábrica declara para essa versão 0-100 em 8,9 segundos e máxima de 204 km/h. Em rodovia o motor funciona com suavidade e, em sexta e última marcha, apresenta 2.400 rpm a 120 km/h. A maior diferença no sistema de transmissão — além de ter uma marcha a menos — é a tração dianteira, suficiente para seu patamar de desempenho. No piso molhado ele mostrou a leve tendência a sair de traseira perto do limite de aderência em curvas, também corrigida pela eletrônica.

Como a maioria dos usuários de utilitários esporte nem sequer chega perto de uma estrada de terra, a versão de tração em duas rodas é uma interessante opção para concorrer com os novos modelos da categoria. Quanto ao motor 1,4, mostra-se válido como alternativa mais econômica e acessível — mesmo que R$ 127 mil sejam mais do que a maioria espera pagar em uma versão de entrada.

Mais Avaliações

 

Versões, preços e equipamentos

Q3 Attraction 1,4, 150 cv (R$ 127.190): câmbio de dupla embreagem e seis marchas, tração dianteira, seis bolsas infláveis (frontais, laterais e cortinas), controle eletrônico de estabilidade, faróis de xenônio, rodas de alumínio de 17 polegadas com pneus 235/55, bancos revestidos em couro sintético, computador de bordo, acionamento automático de faróis e limpador de para-brisa, volante com comandos de trocas de marcha, parada e partida automáticas do motor, sensores de estacionamento traseiros, sistema de áudio Concert com interface Bluetooth e comando por voz. Opcional: sistema MMI Plus com navegador (R$ 10.500).

Q3 Attraction 2,0, 180 cv (R$ 145.190): o mesmo do Attraction 1,4, mais ajuste elétrico do banco do motorista, câmbio de sete marchas e tração integral.

Q3 Ambiente 1,4, 150 cv (R$ 144.190): o mesmo do Attraction 1,4, mais ajuste elétrico do banco do motorista, ar-condicionado com controle automático e duas zonas de ajuste, tampa do porta-malas com acionamento elétrico, retrovisor interno fotocrômico, teto solar panorâmico, recolhimento elétrico dos retrovisores externos, controlador de velocidade e rodas de 18 pol com pneus 235/50. Opcional: sistema MMI Plus com navegação.

Q3 Ambiente 2,0, 180 cv (R$ 165.190): o mesmo do Ambiente 1,4, mais câmbio de sete marchas, tração integral, ajuste de modo de condução, retenção automática (mantém o carro freado sem uso dos pedais) e sensores de estacionamento dianteiros. Opcional: sistema MMI Plus com navegação.

Q3 Ambition 2,0, 220 cv (R$ 190.190): o mesmo do Ambiente 2,0, mais ajuste elétrico do banco do passageiro, computador de bordo em cores e rádio MMI com navegador. Opcional: pacote conforto com alerta para veículo em ponto cego, chave presencial para acesso e partida do motor e sistema de áudio Bose (R$ 7.500).

 

Ficha técnica

Q3 Ambiente 1,4

Q3 Ambiente 2,0 (Ambition 2,0)

Motor

Posição transversal
Cilindros 4 em linha
Comando de válvulas duplo no cabeçote
Válvulas por cilindro 4, variação de tempo
Diâmetro e curso 74,5 x 80 mm 82,5 x 92,8 mm
Cilindrada 1.395 cm³ 1.984 cm³
Taxa de compressão 10:1 9,6:1
Alimentação injeção direta (1,4) e injeções direta e multiponto sequencial (2,0), turbocompressor, resfriador de ar
Potência máxima 150 cv de 5.000 a 6.000 rpm 180 cv de 4.000 a 6.200 rpm (220 cv de 4.500 a 6.200 rpm)
Torque máximo 25,5 m.kgf de 1.500 a 3.500 rpm 32,6 m.kgf de 1.400 a 3.900 rpm (35,7 m.kgf de 1.500 a 4.400 rpm)

Transmissão

Tipo de câmbio e marchas automatizado de dupla embreagem, 6 marchas automatizado de dupla embreagem, 7 marchas
Tração dianteira integral

Freios

Dianteiros a disco ventilado
Traseiros a disco
Antitravamento (ABS) sim

Direção

Sistema pinhão e cremalheira
Assistência elétrica

Suspensão

Dianteira independente, McPherson, mola helicoidal
Traseira independente, multibraço, mola helicoidal

Rodas

Dimensões 7 x 18 pol
Pneus 235/50 R 18

Dimensões

Comprimento 4,388 m
Largura 1,831 m
Altura 1,59 m
Entre-eixos 2,603 m

Capacidades e peso

Tanque de combustível 64 l
Compartimento de bagagem 460 l
Peso em ordem de marcha 1.405 kg 1.540 kg (1.565 kg)

Desempenho

Velocidade máxima 204 km/h 217 km/h (233 km/h)
Aceleração de 0 a 100 km/h 8,9 s 7,6 s (6,4 s)
Dados do fabricante; consumo não disponível