10 Chances: Corolla GLi, espartano, brilha na mecânica

Apesar da escassez de equipamentos, versão de 1,8 litro convence em desempenho, eficiência e segurança

Texto e fotos: Fabrício Samahá

 

O sucesso do Toyota Corolla é inegável: suas vendas em 2017 superaram 47% do total da categoria de sedãs médios, ou mais que a soma dos seis concorrentes que o seguiram. Nossa avaliação da versão XRS com motor de 2,0 litros mostrou qualidades que explicam boa parte desse êxito. Agora, colocamos a opção de entrada GLi de 1,8 litro na seção 10 Chances, que analisa as chances para o modelo merecer sua garagem.

Estilo
A remodelação do ano passado deixou o desenho do Corolla mais ousado e jovial, com faróis e grade de perfil mais baixo. Sem impressionar, é um carro elegante e que agrada à maioria. 0,5 ponto

 

 

Acabamento e conveniência
Apesar dos plásticos de boa qualidade e dos bancos de couro em agradável tom cinza, o aspecto interno poderia melhorar: o desenho é um tanto retilíneo. O GLi é escasso em conveniências: vir sem câmera de manobras ou sensores de estacionamento é inaceitável hoje nessa categoria. Também não tem ar-condicionado automático, controlador de velocidade, porta-luvas refrigerado ou mesmo espelho no para-sol do motorista, e só o vidro do condutor tem função um-toque. O sistema de áudio, dos mais simples, não usa tela de toque e o ar-condicionado nos pareceu pouco potente. 0,5 ponto

 

O motor de até 144 cv não fica muito atrás do 2,0-litros, é silencioso e as respostas convencem desde baixa rotação; a caixa CVT traz eficiência e suavidade

 

Posto do motorista
Quem dirige dispõe do mesmo conforto de outros Corollas, com posição correta dos pedais e ajustes do volante em altura e distância — este poderia trazê-lo mais perto. O banco deveria ser melhor na região lombar. Embora bem simples, o quadro de instrumentos tem o importante. A visibilidade é ampla, com colunas dianteiras até que estreitas. Ele tem repetidores laterais das luzes de direção, mas não faróis de neblina. 0,5 ponto

 

Por R$ 90 mil o Corolla GLi tem bom motor de 1,8 litro, eficiente caixa CVT e dotação de segurança das melhores da faixa, mas é escasso em conveniências

 

Espaço
A acomodação dos passageiros satisfaz nesse Toyota, com destaque para o espaço para as pernas. É boa a largura interna, mas os passageiros de trás poderiam ter maior altura útil. Ponto negativo: um quinto ocupante sofre com o encosto duro e tira conforto dos colegas ao lado. 1 ponto

Porta-malas
A capacidade de bagagem é apenas regular: os 470 litros ficam atrás da maioria dos concorrentes e também de sedãs compactos. 0,5 ponto

 

 

Desempenho
O motor de 1,8 litro e até 144 cv é uma grata surpresa: não fica muito atrás do 2,0-litros de 154 cv em potência, é silencioso e as respostas convencem desde baixa rotação. A 120 km/h está a moderadas 2.400 rpm. A caixa automática de variação contínua (CVT) traz eficiência e suavidade, simula sete marchas em certas condições e consegue manter giros bem baixos no uso moderado. Só não pense em ganhar aceleração pelo modo manual: os melhores tempos vêm na posição D, como 0 a 100 km/h em 10,5 segundos. 1 ponto

 

Interior tem amplo espaço e boa posição de dirigir, sistema de áudio e instrumentos são bem simples, ar-condicionado é manual, faltam sensores traseiros e até espelho no para-sol

 

Consumo
Para o porte do Corolla, o consumo obtido foi muito bom, com mais de 14 km/l de gasolina no trajeto urbano leve e no rodoviário. A caixa CVT certamente ajudou. 1 ponto

Comportamento dinâmico
Mesmo sem uma suspensão traseira sofisticada, como a multibraço de Ford Focus e Honda Civic, o Corolla consegue um acerto elogiável. Roda macio, absorve bem as irregularidades e mostra estabilidade muito boa para um carro sem pretensão esportiva. Os pneus de 16 polegadas estão bem adequados à versão, que tem bons freios a disco nas quatro rodas, controle eletrônico de estabilidade e uma direção leve em manobras e firme em velocidade. 1 ponto

Segurança passiva
No ano passado a Toyota ampliou a dotação de segurança do Corolla, agora com bolsas infláveis frontais, laterais dianteiras, de joelhos do motorista e de cortina como itens de série, mesmo nesta versão. Ele tem ainda fixações Isofix de cadeira infantil, cintos de três pontos e encostos de cabeça para todos os ocupantes. 1 ponto

 

Conjunto mecânico é destaque do Corolla, com bom acerto de suspensão, motor e transmissão para conforto e economia; porta-malas de 470 litros é adequado

 

Custo-benefício
Com a recente redução na linha 2019, o GLi custa R$ 90 mil, expressivos R$ 15,7 mil a menos que o XEi de 2,0 litros. É um preço competitivo na classe, sobretudo ao levar em conta sua boa imagem em durabilidade, assistência técnica e valor de revenda. O Nissan Sentra SV de R$ 92 mil traz mais equipamentos, que incluem chave presencial, navegador e câmera traseira, mas tem apenas bolsas infláveis frontais. O Chevrolet Cruze LT, um pouco mais caro (R$ 95.890), vem com motor turbo mais potente (153 cv), câmera e sensores traseiros e mais conveniências que o Toyota, embora lhe faltem as bolsas de cortina e de joelhos. Assim, apesar de algumas carências em conteúdo, o Corolla mais simples tem boa relação custo-benefício. 1 ponto

caixa-8-pontos

 

Medições Best Cars

Aceleração
0 a 100 km/h 10,5 s
0 a 120 km/h 14,9 s
0 a 400 m 17,5 s
Retomada
60 a 100 km/h* 6,0 s
60 a 120 km/h* 10,2 s
80 a 120 km/h* 7,4 s
Consumo
Trajeto leve em cidade 14,6 km/l
Trajeto exigente em cidade 7,9 km/l
Trajeto em rodovia 14,4 km/l
Testes com gasolina; *com reduções automáticas; conheça nossos métodos de medição

 

Ficha técnica

Motor
Posição transversal
Cilindros 4 em linha
Comando de válvulas duplo no cabeçote
Válvulas por cilindro 4, variação de tempo
Diâmetro e curso 80,5 x 88,3 mm
Cilindrada 1.798 cm³
Taxa de compressão 12:1
Alimentação injeção multiponto sequencial
Potência máxima (gas./álc.) 139/144 cv a 6.000 rpm
Torque máximo (gas./álc.) 17,7 m.kgf a 4.400 rpm/18,6 m.kgf a 4.800 rpm
Transmissão
Tipo de caixa e marchas automática de variação contínua, emulação de 7 marchas
Tração dianteira
Freios
Dianteiros a disco ventilado
Traseiros a disco
Antitravamento (ABS) sim
Direção
Sistema pinhão e cremalheira
Assistência elétrica
Suspensão
Dianteira independente, McPherson, mola helicoidal
Traseira eixo de torção, mola helicoidal
Rodas
Dimensões 16 pol
Pneus 205/55 R 16
Dimensões
Comprimento 4,62 m
Largura 1,775 m
Altura 1,475 m
Entre-eixos 2,70 m
Capacidades e peso
Tanque de combustível 60 l
Compartimento de bagagem 470 l
Peso em ordem de marcha 1.295 kg
Desempenho e consumo (gas./álc.)
Velocidade máxima ND
Aceleração de 0 a 100 km/h ND
Consumo em cidade 11,4/7,8 km/l
Consumo em rodovia 13,2/9,2 km/l
Dados do fabricante; consumo conforme padrões do Inmetro; ND = não disponível