Análise de Estilo – anteriores

O especialista Edilson Luiz Vicente analisa o desenho de carros nacionais e importados, apontando o que eles trazem para agradar a nossos olhos, ou não, e como eles seguem e introduzem tendências de estilo. Aqui você tem o arquivo de análises anteriores.

Artigos atualizados até a data de publicação

Volvo S60 Range Rover Evoque Mercedes-Benz Classe C

 

2012

 Alfa Romeo 156 provou: grandes desenhos tornam-se atemporais

 Hyundai Elantra: progresso em desenho mostrou sua evolução

 Honda CR-V: desenho pode ser atualizado sem romper tradições

 BMW Série 1 mantém a identidade da marca de um modo discutível

 Fiat Grand Siena: sedã emancipado do Palio beneficiou-se em desenho

 Volvo S60 rompeu tradições, pois segurança não bastava à marca

 Nissan Versa: clínicas explicam proporções tão mal resolvidas

 Range Rover Evoque: por trás da ousadia, as tradições da marca

 Chevrolet Cobalt tem alguns acertos, mas desliza nas proporções

 Peugeot RCZ: receita tradicional em cupê que cativa pelas formas

 

Porsche 911 Fiat 500 Renault Fluence

 

2011

 Fiat Palio: opção por segurança levou a desenho simples e correto

 Renault Duster poderia ser mais atraente sem a origem romena

 Hyundai Veloster mostra boa fase da marca, mas não é cupê

 Nissan March: estreante da Nissan parece ter estilo dos anos 90

 Fiat Freemont, mesmo sem identidade, mostra bons traços

 Mercedes-Benz Classe C: tradição que traz responsabilidade

 Kia Picanto revela bem mais cuidado e inspiração no desenho

 Audi A1: em menor embalagem, os bons traços de estilo

 Porsche 911: alheio a tendências, preserva essência há 48 anos

 JAC J3: desenho italiano, mas sem Pininfarina e sem inspiração

 Hyundai Sonata prova: sedãs não precisam ser conservadores

 Renault Sandero: reforma de baixo custo deixou-o mais atual

 BMW X6 combina esportivo e utilitário em um desenho criativo

 Peugeot 408: marca aprendeu com os erros em seu novo sedã

 Mitsubishi ASX é utilitário com desenho mais para automóvel

 Fiat 500: como recuperar, com charme, elementos do passado

 Jetta: Volkswagen segue na estratégia de padronizar a família

 Chery Cielo: soluções de um dos chineses mais atraentes

 Renault Fluence, mais harmonioso, indica nova fase da marca

 Kia Cerato, exemplo da evolução sul-coreana em desenho

 Chevrolet Camaro: nova edição combina o antigo e o moderno

 

Mini Agile e Montana Aircross

 

2010

 Família Mini mostra que onda de nostalgia no estilo é para ficar

 Hondas Fit e City: os destaques e pontos negativos do desenho

 Bravo recoloca Fiat em evidência em estilo em hatches médios

 Kia Soul: o “carro-design” é polêmico, mas bem desenhado

 Montana e Agile: a fase independente da GM não agrada

 Amarok: VW escolhe desenho simples para estreia na categoria

 Fiesta: concebido para Europa e EUA, mostra competência

 Aircross: soluções interessantes em estilo internacional

 Linha Peugeot 207: identidade da marca com altos e baixos

SEM COMENTÁRIOS