Mercedes-Benz – supercarros anteriores

 

2011

SL: modelo conversível perde peso e ganha esportividade

2009

SLS AMG: produção independente com potência e nostalgia

 

SLS AMG

2008

SL 63 AMG: motor V8 de 525 cv e um câmbio exclusivo

SL 65 AMG: ainda mais quente na versão Black Series

2007

C 63 AMG: o menor sedã também ganha o V8 de 6,2 litros

CLK AMG Black Series: com soluções do carro-madrinha da F-1

2006

CLS e CLK 63 AMG: o V8 de 6,2 litros chega a outros modelos

S 65 AMG: o grande Mercedes vai aos 612 cv com biturbo

CL: cupê de luxo chega a acionar freios em caso de perigo

SLR McLaren 722: mais potência em uma edição especial

2005

Classe S: nova geração até dirige sozinha em trânsito lento

CL, S e SL 65 AMG: V12, dois turbos, um exagero de potência

Classe R: espaço, potência e segurança generosos no crossover

2004

SLK: roadster traz estilo do SLR e motores de até 360 cv

CLK DTM AMG: um carro de corrida para a rua com 582 cv

CLS: o “cupê de quatro portas” chega esbanjando elegância

SLR McLaren: fibra de carbono, freios de cerâmica e 626 cv

Classe M: segunda geração está mais esportiva e potente

2002

AMG: 35 anos da preparadora que criou fantásticos Mercedes

2001

SL: os recursos surpreendentes da quinta geração deste sonho

2000

C 32 AMG: sedã esportivo tem um V6 que vale por um V8

CL 600, um cupê com técnica surpreendente

1999

AMG: versões esportivas de sedãs, cupês e até utilitários

1998

CLK-GTR: ressuscitando as “flechas de prata” por US$ 1 milhão

Brabus E V12: o quatro-portas mais veloz do mundo na época

Brabus SLK: um conversível de 450 cv para passear a 300 km/h

Carros-conceito

2007

F 700: recursos inovadores pelo conforto e motor Diesotto

1999

Vision SLR: o conceito que antecipou o superesportivo em 1999

 

SEM COMENTÁRIOS